Motor On Line
Notícias-

Zonta conquista pódio na Porsche GT3 Cup Endurance em Interlagos
Reportagem: RF1
Foto: Luca Bassani
Piloto da Shell Racing na Stock Car fez uma participação especial na corrida de endurance da Porsche GT3 Cup em Interlagos e fechou sua participação em 3º lugar.

O piloto Ricardo Zonta, da equipe Shell Racing na Stock Car, fez uma participação especial no último final de semana na abertura do campeonato de endurance da Porsche GT3 Cup, em Interlagos, onde subiu no pódio ao terminar em terceiro lugar. O paranaense dividiu o carro da equipe Hero com Alan Hellmeister.

"Foi uma corrida bastante especial. É importante termos também esse tipo de competição mais longa aqui no Brasil. Largamos em quinto e fechamos nossa participação em terceiro. Eu e o Alan (Hellmeister) nos adaptamos muito bem no Porsche e acredito que acertamos na estratégia em dupla. Agora vou focar na preparação para a Corrida do Milhão, da Stock Car, no mês que vem", diz Zonta, que venceu a corrida milionária em 2013, realizada também em Interlagos.

Desde a etapa disputada neste final de semana em Interlagos, a gasolina Shell V-Power Racing é o combustível oficial da Porsche GT3 Cup Challenge. A parceria de fornecimento oficial de combustível é a primeira na história da principal categoria de Gran Turismo da América do Sul, com mais de 200 corridas realizadas desde 2005.

Distribuído pela Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil desde junho de 2015, o novo combustível oficial da Porsche GT3 Cup Challenge foi desenvolvido pela Shell no marco de sua presença na F1 com a Scuderia Ferrari, a mais longeva parceria entre um fornecedor de combustível e uma equipe no esporte a motor mundial.

Confira o resultado da prova em Interlagos

Resultado - Endurance 1:
1. Marcelo Hahn / Allam Khodair (CUP), 69 voltas em 2h14min22s494
2. Miguel Paludo / Beto Gresse (CUP), a 2s792
3. Ricardo Zonta / Alan Hellmeister (CUP), a 5s976
4. Ricardo Rosset / Lucas Foresti (CUP), a 15s644
5. Nelson Piquet Jr. / Pedro Piquet (CUP), a 17s182
6. Maurizio Billi / Ricardo Maurício (CUP), a 18s034
7. Sergio Jimenez / Rodrigo Baptista (CUP), a 20s880
8. Cacá Bueno / Claudio Dahruj (CUP), a 30s480
9. Pedro Queirolo / Marcel Visconde (CUP), a 55s382
10. Edu Azevedo / Sylvio de Barros (CUP), a 1min22s038
11. JP Mauro / Gabriel Casagrande (CUP), a 1 volta
12. Daniel Schneider / Ricardo Baptista (CUP), a 1 volta
13. Paulo Pomelli / Diego Nunes (CUP), a 1 volta
14. Beto Leite / Beto Valério (CUP), a 2 voltas
15. Dário Giustozzi / Gaston Mazzacane (CUP), a 2 voltas
16. Christian Hahn / Renan Guerra (CHA), a 2 voltas
17. Ramon Alcaraz / William Freire (CHA), a 2 voltas
18. Rodrigo Mello / Tom Filho (CHA), a 3 voltas
19. Otávio Mesquita / Cristiano Piquet (CHA), a 3 voltas
20. Eloi Khouri / Marco Cozzi (CHA), a 3 voltas
21. Roberto Samed / Marcio Mauro (CHA), a 4 voltas
22. Daniel Paludo / Carlos Ambrósio (CHA), a 6 voltas
23. Clemente Lunardi / Beto Posses (CUP), a 6 voltas
24. Marcio Basso / Nonô Figueiredo (CUP), a 9 voltas
25. Mauricio Salla / Guilherme Reischl (CHA), a 11 voltas
26. Luiz Arruda / Marcus Vario (CHA), a 18 voltas
27. Gil Farah / Marcelo Franco (CUP), a 43 voltas
28. Sergio Maggi / Mau Zanella (CHA), a 47 voltas
29. Luiz Fernando Elias / Marçal Muller (CHA), desclassificado

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial