Motor On Line
Notícias-

Kart: aposta errada pneus custou bons resultados para Gui Figueiredo
Reportagem: Flávio Quick / Fabíola Cadar
Foto: Flávio Quick
Quick Comunicação
Piloto da categoria Júnior Menor disputou no último sábado a sexta rodada da Copa SP Light.

A Copa São Paulo Light de Kart retomou no último sábado (20) o seu calendário anual suspenso desde junho. As corridas desse fim de semana foram válidas pela sexta rodada da competição estadual e tiveram quase uma centena de pilotos na pista do Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri, na região metropolitana paulista.

Competindo pela classe Júnior Menor o sergipano Guilherme Figueiredo (Banese Card | Maratá | Restaurante Karranca’s | Mini | D. Racing) chegou bastante animado a esta etapa, após ter conquistado, no mês passado, o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro de Kart. Neste contexto o piloto e a equipe D. Racing participaram de quatro treinos livres na quinta e na sexta sempre com o objetivo de encontrar um acerto ideal para a tomada de tempos, que seria disputada no início da manhã de sábado.

Com tudo preparado Figueiredo entrou na pista com o kart #18 para a sessão classificatória. Apesar de conhecer bastante o traçado da Aldeia da Serra o piloto não conseguiu encaixar uma volta ideal e, assim, acabou por se classificar apenas para a quarta fila do grid, no oitavo lugar.

Pouco depois da tomada de tempos o tempo fechou de vez e começou a chover no kartódromo. Chuva, aliás, que permaneceu durante toda a manhã assolando a região de Aldeia da Serra. Como o volume de água não estava muito grande a equipe D.Racing, usando uma prerrogativa do regulamento, optou por equipar o kart de Gui com pneus de chuva já usados que apresentam sulcos mais rasos e, logicamente, possibilidade de menor escoamento de água.

A estratégia parecia perfeita e Guilherme partiu animado para a corrida. Acontece, porém, que no meio da bateria a chuva apertou e até mesmo algumas poças d’água foram formadas na pista. Deste modo, enquanto os concorrentes com pneus novos andavam muito bem naquela situação, Figueiredo praticamente tinha que parar o kart para conseguir fazer curvas. Deste modo, lutando ainda para não sair da pista e conseguir completar as duas provas, o piloto de Aracajú recebeu a bandeirada da primeira prova no 15º lugar. Na segunda bateria Gui fazia excelente corrida de recuperação e já ocupava o sexto lugar quando, do nada, a parte elétrica de seu kart queimou e o piloto foi obrigado a abandonar a corrida.

"Fizemos um fim de semana que vinha muito bem. O Gui estava evoluindo bem o acerto de chassis para a pista seca e iríamos, certamente, brigar para ficar entre os três primeiros. Infelizmente a aposta nos pneus faz parte do jogo e confiamos na escolha do time. Poderia ter dado certo e o Gui iria ganhar com meia pista de diferença. O fato é que ele, mais uma vez, teve a oportunidade de aprimorar seu estilo de pilotagem na chuva e a bagagem vai aumentando em seu currículo", comentou de forma tranquila Thiago Figueiredo, pai do piloto.

Notícias

Página inicial