Motor On Line
Notícias-

Rally: Gabriel Varela vence o Sertões na UTV Pro
Reportagem: João Alberto Otazú
Foto: Ricardo Leizer
Mastermídia
Bruno Varela foi o terceiro colocado na UTV Super Production. Rodrigo Varela ficou em 11º na UTV Pro.

Saldo altamente positivo para a Família da Poeira no Rally dos Sertões. Gabriel Varela (Can-Am / Blindarte) e seu navegador Gabriel Morales venceram no último sábado (10/9), a mais difícil e importante competição off road do Brasil, a bordo de um UTV Can-Am Maverick XDS Turbo na categoria Pro. O seu irmão mais velho Rodrigo Varela (Can-Am / Blindarte), com Mayckon Padilha e também com Maverick XDS Turbo ficou em 11º na Pro. Já o caçula Bruno Varela (Polaris One/Motul), ao lado de João Arena num Polaris RZR, subiu no pódio na terceira colocação da classe Super Production.

"Estamos muito felizes, ainda mais do jeito que foi. Não largamos o osso e fomos até o final", comemorou Gabriel Varela logo que entrou no parque fechado e oficializou a sua vitória. "Este título é de todo o Divino Fogão Rally Team, e principalmente da Família da Poeira. Os meus irmãos abandonaram a luta deles por melhores posições para me ajudar a vencer e conquistar o título. Foi uma vitória em equipe, este troféu é de todos", vibrou o filho do meio do campeão mundial de rally cross country Reinaldo Varela, depois que o seu UTV pegou fogo por curto-circuito na última Especial e foi rebocado pelos seus irmãos nos últimos 80 km.

Gabriel Varela destacou as dificuldades nos 2.357,17 quilômetros de trechos cronometrados, um recorde neste evento de sete dias que cruzou oito cidades de três estados das regiões Centro Oeste e Nordeste. "Sem dúvidas foi o Rally dos Sertões mais desafiador que já disputei, cheio de especiais longas e muito duras. O meu Can-Am Maverick Xds Turbo se comportou muito bem desde o início e mostrou força. Tanto que fomos destaque na etapa Maratona, que em dois dias somou 950 quilômetros sem auxílio mecânico externo e passagem pelo temível Deserto do Jalapão", completou o líder do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

Bruno Varela conquista outro pódio no Rally dos Sertões

A exemplo de Gabriel Varela, o caçula da Família da Poeira subiu no pódio pelo segundo ano consecutivo, em apenas duas participações com UTV no Rally dos Sertões. "Este foi um rally muito difícil, duro. E mesmo assim tivemos a mesma colocação do ano passado. Foi um segundo ano em que aprendi muito e vou usar toda esta experiência que adquiri para brigar pela vitória em 2017", avisa Bruno Varela, terceiro colocado na UTV Super Production com o Polaris RZR.

Bem mais experiente do que seus irmãos, Rodrigo Varela é outro que já está pensando no próximo Rally dos Sertões. "Estamos comemorando a vitória do Gabriel e já conversando sobre o próximo ano. Nossa família é assim. Por alguns detalhes saí da briga pela ponta neste ano, mas no Divino Fogão Rally Team o que vale é um de nós ser P1. No ano passado trabalhamos para o meu pai (Reinaldo) ser campeão e agora foi o Gabriel. Todos se unem e se ajudam", comentou o mais velho dos irmãos da Família da Poeira. "No rally o que vale é o trabalho em equipe, e quando é em família, somos muito fortes", completou Rodrigo, atual Campeão Brasileiro de Rally Baja.

A 24ª edição do Rally dos Sertões começou no dia 3 de setembro, com o Prólogo, e depois partiu no domingo passado de Goiânia (GO), passando por Padre Bernardo (GO), Cavalcante (GO), Posse (GO), Luís Eduardo Magalhães (BA), Mateiros (TO) e Ponte Alta (TO), para terminar em Palmas (TO), após percorrer 3.212 quilômetros.

Os mais rápidos no sétimo e último dia na categoria Pro nos UTV foram:

1) Cristiano Batista / Robledo Nicoletti, Polaris RXP 1000, 2h08min22s;
2) Deninho Casarini / Luis Eckel, Can-Am Maverick XDS Turbo, 2h14min21s;
3) Enrico Almeida / Alvaro Almeida, Can-Am Maverick 1000, 2h14min42s;
4) Dimas Pimenta III / Rodrigo Konig, Can-Am, 2h15min41s;
5) Leandro Torres / Lourival Roldan, UTV XT Pro, 2h20min39s;
6) Rodrigo Varela / Mayckon Padilha, Can-Am Maverick XDS, 2h23min07s;
10) Gabriel Varela / Gabriel Morales, Can-Am Maverick XDS, 2h47min45s.

Classificação depois de sete dias na categoria Pro nos UTV:

1) Gabriel Varela / Gabriel Morales, Can-Am Maverick XDS, 34h20min20s;
2) Carlos Ambrósio / Cadu Sachs, Polaris, a 10min36s;
3) Dimas Pimenta III / Rodrigo Konig, Can-Am, a 18min29s;
4) Leandro Torres / Lourival Roldan, UTV XT Proto, a 39min29s;
5) Vinicius Mota / Rafael Shimuk, Can-Am Maverick, a 4h11min16s.

Os mais rápidos no sétimo e último dia na categoria Super Production nos UTV foram:

1) Daniel Costa / Flávio Bisi, Polaris RZR XP, 2h17min24s;
2) Bruno Sperancini / Breno Rezende, Can-Am Maverick, 2h19min17s;
3) Erley Ayala / Idali Bosse, Polaris RZR XP 1000, 2h23min09s;
4) Dalger Junqueira / Marcelo Sousa, Polaris RZR 1000, 2h25min35s;
5) Osman Didi / Alexandre Branco, Can-Am Maverick, 2h28min50s;
6) Bruno Varela / João Arena, Polaris RZR, 2h35min45s.

Classificação depois de sete dias na categoria Super Production nos UTV:

1) Bruno Sperancini / Breno Rezende, Can-Am Maverick, 33h28min03s;
2) Erley Ayala / Idali Bosse, Polaris RZR XP 1000, a 2h45min19s;
3) Bruno Varela / João Arena, Polaris RZR, a 3h16min35s;
4) Daniel Costa / Flávio Bisi, Polaris RZR XP, a 6h09min02s;
5) André da Costa / Claudia Gradi, Polaris RZR 1000, a 16h29min28s.

Notícias

Página inicial