Motor On Line
Notícias-

Dennis Dirani conquista top-5 com a Shell Racing no CBTurismo
Reportagem: RF1
Foto: Rafael Gagliano
Após ter subido no pódio no sábado, piloto precisou fazer uma corrida de recuperação em Interlagos para chegar entre os cinco primeiros.

Piloto da Academia Shell Racing, Dennis Dirani foi o quinto colocado na corrida 2 do Brasileiro de Turismo em Interlagos neste final de semana após precisar largar dos boxes. O piloto paulista já havia conquistado um pódio na corrida 1 no sábado e com isso subiu quatro posições na tabela de pontos do campeonato. Dirani agora soma 72 pontos é o nono colocado no campeonato.

"Nós tivemos um problema no semieixo e acabamos tendo que largar do box. A equipe fez um trabalho ótimo e conseguiu fazer a troca em pouco tempo para o início da corrida. Consegui recuperar várias posições, aproveitei o safety car e ganhei mais uma posição na parada obrigatória. Ainda tentei passar o Cozzi na troca de pushes, mas faltou um pouco para ficarmos em quarto", diz Dennis, que pilota o carro 128 da Shell Racing.

Vice-campeão da temporada passada, Dennis iria alinhar na segunda fila do grid em Interlagos e tinha tudo para manter os 100% de aproveitamento em pódios na pista que é praticamente sua segunda casa. Além do pódio de ontem, também já havia terminado a última prova de 2015 em Interlagos na terceira colocação.

"Correr aqui em Interlagos é sempre especial. É o lugar que conquistei vários títulos no kartismo e onde faço o trabalho de coach de vários pilotos. Espero voltar aqui no final do ano para quem sabe conquistar uma vitória", diz o piloto da Academia Shell Racing, uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio aos jovens talentos do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor.

A próxima etapa do Brasileiro de Turismo acontece nos dias 15 e 16 de outubro em Curitiba.

Brasileiro de Turismo - 2ª Corrida:

1-) 17 Pietro Rimbano (Cimed Racing), 18 voltas em 33min34s757 (média de 138,7 km/h)
31 Marcio Campos (Motortech Competições) - 14s082
3-) 11 Lukas Moraes (RR Racing Team) - 35s193
4-) 23 Marco Cozzi (C2 Team) - 41s182
5-) 128 Dennis Dirani (W2 Racing) - 41s727
6-) 7 Luca Milani (Nascar Motorsports) - 42s587
7-) 69 Gustavo Myasava (J.Star Racing) - 54s198
8-) 33 Antonio Matiazi (RZ Motorsport) 54s788
9-) 77 Raphael Reis (Hitech Racing) - a 2 voltas
Não Completaram
10-) 86 Gustavo Frigotto (RKL Comps/Água da Serra) - a 7 voltas
11-) 35 Gabriel Robe (Motortech Competições) - a 11 voltas
12-) 79 Adibe Marques (Cimed Racing) - a 11 voltas
Melhor Volta: Lukas Moraes, 1min47s342 (144,6 km/h)

Classificação do Campeonato:

1-) Gabriel Robe, 122 pontos
2-) Márcio Campos, 122
3-) Edson Coelho, 122
4-) Marco Cozzi, 113
5-) Pietro Rimbano, 110
6-) Lukas Moraes, 95
7-) Gustavo Myasava, 91
8-) Raphael Reis, 82
9-) Dennis Dirani, 72
10-) Guto Matiazzi, 71
11-) Gustavo Frigotto, 65
12-) Adibe Marques, 60
13-) Mauri Zaccarelli, 52
14-) Gabriel Casagrande, 40
15-) Luca Milani, 20
16-) Felipe Donato, 17
17-) Danilo Estrela, 16
18-) Artur Fortunato, 12

Sobre a Academia de Pilotos Shell Racing:

Inspirada em programas europeus que levaram jovens kartistas para categorias top, como a F-1, a Academia de Pilotos Shell Racing é uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio a revelações do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor. Suas ações são viabilizadas por meio dos projetos "Academia de Pilotos de Kart" (promovido pelo Kart Clube Granja Viana) e "Talento Automobilístico Formula 3" (promovido pela Federação de Automobilismo do DF) incentivados pela Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e que visam desenvolver e formar a nova geração de brasileiros campeões no esporte automotor.

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial