Motor On Line
Notícias-

Stock Car: quebra do carro força abandono precoce de Rafael Suzuki
Reportagem: Mariana Viegas
Foto: Carsten Horst
Eversports
A sorte não esteve ao lado do representante maranhense em Interlagos, que, com problemas mecânicos na classificação e na corrida, não teve chances na etapa.

A 8ª edição da Corrida do Milhão da Stock Car foi cheia de emoções e disputas acirradas neste domingo (11), no Autódromo de Interlagos, consagrando Felipe Fraga com o grande prêmio em dinheiro. Para Rafael Suzuki, a etapa foi de boas performances, mas falta de sorte durante a classificação e a corrida, já que dois problemas distintos no carro tiraram as chances do representante maranhense de garantir um bom resultado na mais badalada prova do ano, e manter a boa sequência, com cinco top-10 em sete rodadas já realizadas.

As atividades de pista para o Milhão tiveram início na sexta-feira, com o primeiro treino livre. Na manhã de sábado, Suzuki foi um dos destaques do segundo treino livre, com o 3º melhor tempo em seu grupo e 7º geral. Na classificação, porém, um problema no sistema de refrigeração ocasionou o superaquecimento do motor, que, dessa forma, entrou em modo de segurança, limitando a potência do carro. Assim, o piloto da Geolab Racing teve de largar do fim do pelotão, com o objetivo de fazer uma corrida de recuperação.

Neste domingo, a estratégia do representante maranhense estava dando certo. Suzuki evitou os acidentes da largada e vinha em ritmo forte, salvando os botões de ultrapassagem para a parte final da corrida. Mas, ainda na primeira metade da prova, uma peça da suspensão dianteira esquerda do carro #8 se quebrou involuntariamente, obrigando Rafael a abandonar a disputa. Após 28 voltas e uma intensa disputa com Rubens Barrichello, Felipe Fraga comemorou a vitória e o cheque de R$ 1 milhão. Barrichello foi o 2º e Valdeno Brito fechou o top-10.

Com a vitória, Fraga ampliou sua vantagem para pontos na liderança em relação ao segundo colocado, Max Wilson. Rafael Suzuki, com o revés em Interlagos, está em 19º lugar, empatado com o 18º e a apenas nove pontos do top-15 na classificação geral.

Depois da Corrida do Milhão, que marcou o início da segunda metade do campeonato, a Stock Car volta a se reunir em 15 dias, entre 24 e 25 de setembro, para a 8ª etapa, no Autódromo de Londrina, após quatro anos de ausência do circuito paranaense do calendário da categoria.

Rafael Suzuki é patrocinado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

Rafael Suzuki:

"Não foi nosso fim de semana, mas corridas são assim. Os problemas no carro na classificação e na corrida impossibilitaram a gente de transformar a nossa velocidade em resultados. Tenho certeza que a equipe vai seguir trabalhando duro para virarmos a página daqui 15 dias em Londrina. Hoje perdemos a chance de continuar somando bons pontos e subindo na tabela, então, o objetivo é recupera-los já na próxima etapa".

Corrida do Milhão - Resultado*:

1-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) - 28 voltas em 47min16s057 (média de 153,3 km/h)
1 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - 0s411
3-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - 5s180
4-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) Racing) - 24s367
5-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - 11s732
6-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) - 14s078
7-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) - 18s585
8-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - 22s508
9-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta g Team) - 38s496
10-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - 10s972
11-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) - 38s542
12-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - 43s129
13-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - 44s248
14-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - 50s220
15-) 56 Danilo Dirani (RZ Motorsport) - 51s136
16-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - 53s831
17-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - a 1 volta
18-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) - a 2 voltas
19-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - a 2 voltas
20-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 2 voltas
21-) 11 Cesar Ramos (RZ Motorsport) - a 5 voltas
22-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - a 6 voltas
23-) 74 Popó Bueno (Cavaleiro Sports) - a 6 voltas
Não Completaram
24-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - a 16 voltas
25-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - a 24 voltas
26-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - a 24 voltas
27-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 25 voltas
28-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 27 voltas
29-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - excluído
Melhor Volta: Julio Campos, 1min40s066 (155,2 km/h)

Notícias

Página inicial