Motor On Line
Notícias-

Sensei terá pilotos Stock Car / F-Truck e Marcas na Cascavel de Ouro
Reportagem: Grelak Comunicação
Foto: Sandra Zama
Equipe chefiada por José Sorbara inscreve três trios na disputa pela vitória na corrida longa mais tradicional do automobilismo paranaense.

Destaque na disputa da Cascavel de Ouro do ano passado, a equipe Sensei Sushi Bar-Sorbara Motorsport definiu os três trios com que vai atuar na 30ª edição da corrida, confirmada para dia 23 de outubro no Autódromo Zilmar Beux, em Cascavel (PR). Pilotos que atuam na Stock Car, na Fórmula Truck e na Copa Petrobras de Marcas vão integrar a equipe chefiada por José Sorbara, ao lado de seus representantes no Metropolitano de Marcas & Pilotos.

Galid Osman, que disputa a Stock Car pela equipe RCM-Ipiranga, volta à equipe para revezar a pilotagem do GM Celta número 13 com Caíto Carvalho, que disputa o Metropolitano, e com André Bragantini, que já competiu na Stock e no Brasileiro de Marcas. Os três já atuaram juntos na prova de 2015, em que o rompimento da cinta de fixação do tanque de combustível forçou o abandono do trio quando ocupava a liderança da prova com boa vantagem.

O outro GM Celta, inscrito sob o número 33, terá três nomes que atuam em categorias nacionais. Dois deles são adversários na Copa Petrobras: Daniel Kaefer, que compete pela JLM Racing-Honda, e Guilherme Salas, da Greco-Renault. O parceiro dos dois será Beto Monteiro, que disputa a Fórmula Truck com o Iveco da Lucar Motorsport. Kaefer foi campeão da Cascavel de Ouro em 2014 formando dupla com Leandro Zandoná na Ferrari Motorsport.

O terceiro carro da equipe é o GM Classic número 3. Ingmar Biberg, do Metropolitano de Marcas B, e Felipe Carvalho, vice-campeão metropolitano da Turismo 1600, formarão trio com Ângelo Giombelli, ex-piloto da Stock Car que conquistou três títulos entre 1991 e 1993. Giombelli tem dois vice-campeonatos na Cascavel de Ouro nos anos 80, época em que várias categorias dividiam a pista sob o sistema de compensação por handicap técnico.

Premiação

A premiação em dinheiro prevê R$ 20 mil para a equipe vencedora da Cascavel de Ouro, R$ 7 mil para a vice-campeã e R$ 3 mil para a terceira. Haverá bônus de R$ 1 mil para a pole position, a volta mais rápida da corrida e o maior número de posições conquistadas durante as quatro horas de corrida, que terá largada às 14h e transmissão ao vivo pela CATVE, afiliada paranaense da TV Cultura. O portal da emissora na internet reproduzirá a transmissão em tempo real.

Haverá prêmios adicionais. Um piloto da dupla ou do trio que vencer a Cascavel de Ouro terá participação na primeira prova de 2017 do Fara USA, no mês de fevereiro em Homestead, com uma Ginetta G40, com custos de viagem incluídos na premiação. A equipe vencedora também terá isenção de todos os custos técnicos para participação de um de seus pilotos na primeira etapa da série brasileira Sprint Race Brasil na temporada de 2017.

Notícias

Página inicial