Motor On Line
Notícias-

Campeão Porsche GT3 Challenge e Fara USA estreia Cascavel de Ouro
Reportagem: Grelak Comunicação
Foto: Rodrigo Ruiz
Campeão do Porsche GT3 Challenge Light e do Fara USA estreia na prova formando trio com pilotos que estiveram no pódio da última edição.

A catarinense MP Competições voltará ao grid da Cascavel de Ouro na 30ª edição com o objetivo de repetir o pódio que conquistou em 2015. Quinta colocada no ano passado com o trio formado por Michel Giusti, Jorge Martelli e Marcelo Cancelli, a equipe chefiada por Marquinhos Pauli confirmou a inscrição de seu Volkswagen Gol no grid da corrida marcada para o dia 23 de outubro no Autódromo Internacional Zilmar Beux.

Dois dos pilotos do carro são catarinenses: Cancelli, representante da cidade de Joaçaba, e Raulino Kreis Júnior, de Jaraguá do Sul. Eles vão revezar a pilotagem do carro número 71 ao longo das quatro horas de prova com Guto Baldo, paulista de Piracicaba que reside em Curitiba. Kreis é o único que ainda não disputou a Cascavel de Ouro. “Vai ser um prazer participar de uma prova tão bem organizada e tão comentada no Brasil”, diz.

Baldo envolveu-se com o automobilismo em 2007, no Metropolitano de Marcas & Pilotos de Curitiba, onde competiu até 2010. Também atuou nos 500 Quilômetros de Interlagos de 2008, conquistando a vitória em sua categoria. O retorno às pistas aconteceu em 2015 no Metropolitano de Marcas de Cascavel, formando dupla com Fernande Valandro na Stumpf Preparações. A dupla foi a quarta colocada na Cascavel de Ouro, que reuniu 38 carros.

Piloto há 17 anos, Kreis Jr. iniciou carreira no Catarinense de Velocidade na Terra. No asfalto, disputou a Copa Clio, o Trofeo Linea, a Pick-up Racing, o Mini Challenge e o Brasileiro de Marcas. Em 2014 conquistou o título brasileiro do Porsche GT3 Cup na categoria Light. No ano passado, foi campeão do Fara USA, campeonato de provas de longa duração em que pilotou um Ginetta G55. Neste ano, tem feito participações esporádicas no Endurance.

Cancelli foi campeão brasileiro de velocidade na terra em 2003. Nos dois anos seguintes, foi vice-campeão catarinense da modalidade. Dedicando-se há anos ao automobilismo no asfalto, obteve o terceiro lugar na classificação final do Metropolitano de Marcas & Pilotos de Curitiba duas vezes, em 2013 e 2014 – neste último caso, sem ter participado de duas etapas. Em 2015, integrou o trio que terminou a Cascavel de Ouro em quinto, depois de largar em 24º.

Premiação

Os vencedores da Cascavel de Ouro receberão R$ 20 mil em dinheiro. Haverá premiação de R$ 7 mil para os vice-campeões e de R$ 3 mil para os terceiros colocados, além de bônus de R$ 1 mil para pole, volta mais rápida e maior número de posições conquistadas. Com largada às 14h, a corrida terá quatro horas de duração e transmissão ao vivo da CATVE / TV Cultura. O portal da CATVE na internet reproduzirá a transmissão em tempo real.

Haverá prêmios adicionais. Um piloto da dupla ou do trio que vencer a Cascavel de Ouro terá participação na primeira prova de 2017 do Fara USA, no mês de fevereiro em Homestead, com uma Ginetta G40, com custos de viagem incluídos na premiação. A equipe vencedora também terá isenção de todos os custos técnicos para participação de um de seus pilotos na primeira etapa da série brasileira Sprint Race Brasil na temporada de 2017.

Notícias

Página inicial