Motor On Line
Notícias-

F-3 Brasil: Thiago Vivacqua busca novos pódios em Curitiba
Reportagem: RF1
Foto: Rafael Gagliano
Com dois segundos lugares, piloto da equipe Shell Racing foi o recordista de pontos em Londrina na última etapa e quer repetir boa atuação.

Estreante na Fórmula 3 Brasil nesta temporada, o piloto Thiago Vivacqua, de 19 anos, vem mostrando evolução a cada etapa e, na última delas, no mês passado, em Londrina (PR), colocou a equipe Shell Racing duas vezes no pódio e foi o piloto da categoria a marcar mais pontos no final de semana. Novamente correndo no estado do Paraná, desta vez no autódromo internacional de Curitiba, em Pinhais, o desafio é lutar por novos pódios e assumir a terceira colocação na classificação geral da temporada. O piloto ocupa a quarta posição no campeonato, com 64 pontos, um a menos que o terceiro colocado.

A sexta rodada dupla do ano terá seus treinos livres nesta sexta-feira (14). A primeira prova acontece no sábado (15), com largada prevista para as 13h55. A segunda será realizada na manhã de domingo (16), a partir das 8h10.

Como estava correndo na Europa, até a temporada passada, esta será a estreia oficial de Vivacqua no circuito paranaense, onde ele testou no início do mês. "Fiz um bom treino em Curitiba, é uma pista bacana, com curvas rápidas e outras bem lentas. O ‘S’ de alta é bem desafiador", comentou o piloto sobre o traçado de 3.695 metros.

Em 2016, Thiago entrou para a Academia Shell Racing, uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio aos jovens talentos do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor. Já são quatro pódios na temporada até aqui e, em Curitiba, o piloto espera lutar por novas conquistas. "Nos preparamos para marcar o máximo de pontos, como em Londrina. Esse é o nosso objetivo, além de evoluir ao longo do final de semana", finalizou o piloto do carro #36.

Depois de Curitiba, a categoria terá mais duas etapas: Goiânia, em novembro, e Interlagos, em dezembro.

Programação da F-3 Brasil para a etapa de Curitiba:

Sexta-feira, 14 de outubro
8h - 8h40 - 1º treino livre
10h45 - 11h25 - 2º treino livre

Sábado, 15 de outubro
9h55 - 10h15 - Classificação
13h55 - Corrida 1 (30 minutos de prova + 1 volta)

Domingo, 16 de outubro
8h10 - Corrida 2 (30 minutos + 1 volta)

Classificação do Campeonato:

1-) Matheus Iorio - 124 pontos
2-) Guilherme Samaia - 80
3-) Carlos Cunha - 65
4-) Thiago Vivacqua - 64
5-) Christian Hahn - 45
6-) Artur Fortunato - 39
7-) Pedro Cardoso - 31
8-) Matheus Muniz - 26
9-) Leonardo de Souza - 22
10-) Luís Felipe Branquinho - 17
11-) Leonardo Raucci - 9
12-) Igor Fraga - 5
13-) Yurik Carvalho - 5
14-) Pedro Caland - 0

Próximas etapas da F-3 Brasil:

16 de outubro - Curitiba (PR)
06 de novembro - Goiânia (GO)
11 de dezembro - Interlagos - São Paulo (SP)

Sobre a Academia de Pilotos Shell Racing:

Inspirada em programas europeus que levaram jovens kartistas para categorias top, como a F-1, a Academia de Pilotos Shell Racing é uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio a revelações do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor. Suas ações são viabilizadas por meio dos projetos "Academia de Pilotos de Kart" (promovido pelo Kart Clube Granja Viana) e "Talento Automobilístico Formula 3" (promovido pela Federação de Automobilismo do DF) incentivados pela Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e que visam desenvolver e formar a nova geração de brasileiros campeões no esporte automotor.

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial