Motor On Line
Notícias-

Kaesemodel vence pela Porsche GT3 Cup e Vario triunfa na Challenge
Reportagem: Luís Ferrari
Foto: Luca Bassani
Carlos Ambrósio garante o título da classe Cup Sport e Cristiano Piquet é o campeão da Challenge.

O campeonato de sprint da Porsche GT3 Cup Challenge terminou neste domingo com as preliminares do GP Brasil de F1 em Interlagos, com vitórias de Lico Kaesemodel na classe Cup e Marcus Vario na Challenge.

A jornada definiu ainda os dois campeões que restavam nos campeonatos de corridas curtas: Carlos Ambrósio repetiu a vitória da véspera na classe Cup Sport e saiu com o título da divisão de entrada, enquanto Cristiano Piquet, com o quarto lugar na Challenge, ficou com a coroa da categoria.

As duas corridas foram disputadas sob chuva, com o safety-car comboiando o pelotão na largada. Melhor para Kaesemodel na classe Cup. O campeão largou na pole e liderou todas as voltas com tranquilidade a bordo do carro #63 com as cores da Shell V-Power Racing, o combustível oficial usado pela categoria dos carros de corrida mais vendidos no planeta.

Werner Neugebauer ficou em segundo –seu terceiro pódio consecutivo em três corridas na categoria, mostrando adaptação formidável aos carros. Brilhante, Paludo saiu de 17o no grid para terceiro na bandeirada. Pedro Queirolo e Rodrigo Baptista completaram o pódio.

Na Cup Sport, Marcelo Hahn reafirmou sua velocidade no fim de semana, com uma bela escalada de pelotão: avançou de 16o para décimo, ficando atrás apenas de Ambrósio no pódio da divisão de entrada. Rodolfo Toni e Tom Filho, pelo segundo dia consecutivo, subiram no pódio da categoria.

Pela Master a vitória mais uma vez ficou com Maurizio Billi. Darío Giustozzi mais uma vez terminou em segundo lugar, e Guilherme Figueirôa foi terceiro.

Na classe Challenge quem assombrou Interlagos foi o ítalo-panamenho Marcus Vario. Ele largou em sétimo e não deu bola para a falta de visibilidade. Fez uma quarta volta memorável, iniciada em quarto lugar e terminada na ponta –passou Cristiano Piquet e Rodrigo Mello na primeira freada e assumiu a dianteira superando Otavio Mesquita por fora na subida do Café.

A última reunião do campeonato Sul-Americano da Porsche GT3 Cup Challenge acontece dentro de duas semanas, com a prova de 500 km que encerra o campeonato de endurance.

As corridas

Cup

A corrida começou sob safety-car por duas voltas pela pista molhada.

Kaesemodel sustentou a liderança na largada, com Marcel Visconde em segundo e JP Mauro em terceiro. Sylvio de Barros e Werner Neugebauer completavam o top5. No Laranja Visconde escapou e JP avançou para segundo lugar.

Na quarta volta Marcelo Hahn escapou da pista. Como Marcio Basso havia escapado ainda sob safety-car e Adalberto Baptista na primeira volta em bandeira verde, o título da Cup Sport sorria para o líder da divisão de entrada, Carlos Ambrósio, que liderava na classe com o nono lugar no geral.

Na quinta volta Werner Neugebauer passou Marcel Visconde por fora no S do Senna para assumir o terceiro posto. Na Junção, Queirolo se lançou por dentro e deixou Sylvio de Barros para trás. Sem a melhor trajetória na subida do Café, o #88 foi superado também por Rodrigo Baptista.

JP Mauro rodou no Laranjinha na passagem seguinte e segurou o carro com perícia. Mas caiu de segundo lugar para oitavo no processo. Queirolo então embutiu em Visconde na curva do Sol e passou. Rodrigo Baptista seguiu a tocada, passando por fora no Laranjinha. Enquanto isso Paludo superava Sylvio de Barros para ser sexto, depois deixou Visconde para trás na reta dos boxes.

Na abertura da oitava volta os primeiros eram: Kaesemodel, Neugebauer, Queirolo, Rodrigo Baptista e Paludo. Em nono, Ambrósio seguia liderando na Sport.

Paludo assumiu o quarto lugar na volta 9, enquanto Lico sofria assédio de Neugebauer pela liderança.

O safety-car então foi acionado para remover o carro de Adalberto Baptista da reta, a cinco minutos da abertura da volta final. Permaneceu até uma volta para a bandeirada.

Na última volta Rodrigo Baptista pressionou Paludo por fora na entrada do S do Senna. O bicampeão defendeu e colou em Queirolo, para assumir o terceiro lugar no Bico de Pato.

Subiram no pódio: Kaesemodel, Neugebauer, Paludo, Queirolo, e Rodrigo Baptista. Em nono Ambrósio ganhou a corrida e o título da Cup Sport. Maurizio Billi, com o 11o , ficou com a vitória na Master.

Challenge

A chuva determinou a adoção de safety-car para o início da prova. Depois de duas voltas com o carro de segurança, Otavio Mesquita assumiu a liderança passando o pole Rodrigo Mello. Cristiano Piquet era terceiro, enquanto seu concorrente direto pelo título, Gonzalo Huerta, perdia a oitava posição para Christian Hahn.

Mas o nome da prova era o panamenho Marcus Vario, que largou em nono e já vinha em quarto na volta 3. Na passagem seguinte ele desbancou tanto Cristiano Piquet quanto Rodrigo Mello na reta principal. Grudou em Mesquita no miolo e, na subida do Café, por fora, concretizou uma das ultrapassagens mais plásticas do fim de semana.

A manobra foi decisiva para o desfecho da corrida, já que na volta 5 o safety car foi acionado para remover o carro de Christian Hahn da área de escape do S do Senna.

A corrida relargou na volta 10, a duas do final. Em duelo pelo quinto lugar, Marcio Mauro passou reto no fim da reta, permitindo a entrada de Eloi Khouri no top5. Rodrigo Mello pressionou Mesquita até o final pela segunda posição, mas teve que se contentar com o terceiro.

Cristiano Piquet recebeu a bandeirada em quarto e ficou com o título. Khouri completou o pódio, vencendo também a prova extracampeonato na classe Sport.

Declarações dos pilotos

"Foi difícil hoje na chuva. O JP Mauro no começo me incomodou, mas vi que depois ele rodou. Aí eu fiquei maneirando, porque o carro estava saindo muito de traseira. Depois foi só me concentrar e manter até a entrada do Safety Car. Na hora da relargada pensei em dar tudo nessa hora. Minha relargada foi muito boa e foi essa vantagem que consegui manter até o final. Foi um ano ímpar na minha vida. Desde que comecei com o kart em 95, 20 anos de automobilismo, esse foi o melhor ano da minha vida. Tou muito feliz com todo mundo da Porsche. Feliz comigo mesmo também, me dediquei bastante e agora é comemorar!"

Lico Kaesemodel

"A corrida foi muito boa! Comecei na sétima posição e estava focado apenas no meu traçado. Na primeira curva o plano era ser cauteloso para manter a minha posição, mas logo consegui conquistar o sexto lugar. Então continuei focado e fui ganhando posições até chegar no líder. A partir daí quem estava na minha frente era o Mesquita. Estava planejando pegar ele na reta oposta, mas na Junção consegui frear bem e sair lançado pra passar o Mesquita por fora. Na minha opinião essa foi a melhor ultrapassagem. E depois do Safety Car só fiquei concentrado em manter a liderança. Estou feliz! É a minha primeira preliminar do GP Brasil de Fórmula 1, quero agradecer muito ao Dener e à equipe, e espero reencontrar a todos no ano que vem, em todas as corridas!"

Marcus Vario

"O mais importante foi não deixar a emoção passar por cima da razão. Lembrei o tempo inteiro do meu coach, que está comigo há mais de 20 anos, dizendo isso pra mim. Não precisava brigar pela vitória na corrida. Eu só precisava chegar em quarto e foi o que eu fiz. A tentação de querer ganhar foi grande, com esse público todo aqui. Mas eu me contive, não arrisquei nada. Vim muito conservador pra garantir o título do campeonato"

Cristiano Piquet

"Foi muito bom, não tenho nem o que falar! Dois dias muito bons, e com chuva, tensão, não dava pra ver nada, mas deu tudo certo! Estou muito feliz!"

Carlos Ambrósio

"Estava bem difícil, muito spray, muita água na pista. A largada foi bem complicada, mas depois consegui andar um tempo sozinho. Larguei em quarto, mas consegui chegar no Lico. Aí o spray dele começou a incomodar bastante, foi quando veio o Safety Car e não consegui ir mais pra frente. Mas a corrida foi legal, muito boa. Consegui me adaptar bem ao carro, por ter andado bastante no endurance de Goiânia. Ontem também, larguei de décimo quarto e cheguei em terceiro. Hoje então nem se fala, emoção pura!"

Werner Neugebauer

"Foi uma corrida memorável, com certeza. Depois do que aconteceu na primeira prova, acho que foi um bom retorno. Eu adoro correr na chuva, apesar de ser uma loteria. Em uma volta você pode perder tudo. Mas eu sempre gostei de andar na chuva, então estava super confortável no carro. Apesar de não enxergar nada na reta. Eu vinha com meio acelerador na reta e não sabia onde estavam os dois muros. Isso era uma dificuldade de todos os pilotos. Mas consegui chegar no pódio, que era meu objetivo. Se tivesse mais algumas voltas, talvez eu pudesse disputar a liderança da corrida. Mas de décimo sétimo pra terceiro, estou orgulhoso! Meu objetivo é somar o máximo de pontos, pensando no campeonato overall"

Miguel Paludo

"Foi um fim de semana delicioso, com a experiência nova de andar na Cup. O carro é delicioso e muito mais difícil de guiar: para andar no limite ele é mais difícil. Foi muito gostoso e o pessoal muito amistoso comigo. Essa segunda corrida na chuva foi praticamente em braile: despertou todos os sentidos menos a visão. Foi muito bacana. Estava bem preocupado em trazer o carro de volta, em não estragar o brinquedo. Fiquei em quarto e quinto, então estou muito feliz. Foi melhor que eu imaginava"

Tom Filho

"Foi um ano muito positivo. Hoje sabia que seria muito difícil na pista molhada, então tratei de testar um pouco ainda atrás do safety antes da largada e acabei escapando por uma infelicidade. Na corrida consegui andar direitinho depois e sai com o segundo lugar no campeonato da Sport, o que é marcante neste ano, que é meu segundo no automobilismo. Está de parabéns o Carlinhos pelo título. Muito merecido pelo que ele andou aqui hoje e ontem"

Marcio Basso

"Foi meu primeiro ano na Cup depois de ter sido campeão na Challenge. Hoje o dia poderia ter sido um pouco melhor, gosto de correr na chuva e arrisquei um pouco. Fico contente pelo quinto lugar no campeonato, acho que foi um resultado ótimo no ano de estreia"

JP Mauro

"Felizmente eu larguei na frente, então isso me facilitou muito. Mas o que mais me emocionou foi por ser na última corrida do Massa no Brasil e eu ter subido no pódio. Eu me emocionei ali e acabei chorando. Fiz muitas brincadeiras ali, mas a verdade é que fico muito grato a Deus por ter subido no pódio da Fórmula 1. E isso é para poucos e bons. Pela idade que eu tenho, posso dizer que eu estou realizado! O panamenho Marcus Vario me passando por fora no Café me surpreendeu, tirei um pouco o pé pra ele passar porque ele estava muito rápido, estava ganhando dois segundos por volta. Preferi deixar ele ir embora e foquei em segurar a segunda posição. Fechei bastante a porta e, pela idade, mostrei que o pessoal me respeita bastante na pista!"

Otavio Mesquita

"Foi uma corrida disputada por conta da chuva. Fiquei feliz com o resultado, porque peguei a mão do carro mais rápido do que eu esperava. Mas peguei um cara duro de passar pela frente, que era o Márcio Mauro, que estava defendendo bem. No fim ele cometeu um erro e consegui passar. Fiquei feliz porque fui pro pódio da Fórmula 1. E isso é um sonho pra mim!"

Eloi Khouri

"Foi fantástico! Depois de não ter treinado e não ter classificado, eu não esperava chegar em terceiro na corrida. O dia de hoje foi top! Foi muito técnico, tinha muita chuva e não conseguia ver praticamente nada no final da reta. A única referência que eu tinha era a placa chegando no S, que era onde eu freava. Foi muito difícil por conta disso, em diversos pontos não dava pra ver quase nada"

Rouman Ziemkiewicz

"Esse ano foi muito bom pra mim. Estou muito contente de terminar em segundo no campeonato, apesar dessa corrida não ter sido muito boa. Tive problemas graves de visibilidade, como todos os outros. Na reta tive que desacelerar. Mas estou feliz. Cristiano é um grande merecedor. O campeonato não se ganha na última etapa. Mas chegar até aqui lutando pelo campeonato é uma honra. Então estou assim, feliz!"

Gonzalo Huerta

Resultados

Cup – Corrida 2
1. Lico Kaesemodel
2. Werner Neugebauer
3. Miguel Paludo
4. Pedro Queirolo
5. Rodrigo Baptista
6. JP Mauro
7. Marcel Visconde
8. Ricardo Baptista
9. Carlos Ambrósio (S)
10. Marcelo Hahn (S)
11. Maurizio Billi (M)
12. Darío Giustozzi (M)
13. Rodolfo Toni (S)
14. Sylvio de Barros
15. Guilherme Figueirôa (M)
16. Tom Filho (S)
17. Paulo Pomelli (M)
18. Marcio Basso (S)
19. Adalberto Baptista (S)

Challenge
1. Marcus Vario
2. Otavio Mesquita
3. Rodrigo Mello
4. Cristiano Piquet
5. Eloi Khouri (S)
6. Daniel Paludo
7. Gonzalo Huerta
8. Luis Fernando Elias (S)
9. Marcio Mauro
10. Rouman Ziemkiewicz (S)
11. Christian Germano (S)
12. Fabian Gruccio (S)
13. Guillermo Caso (S)
14. Luca Seripieri (S)
15. Ramon Alcaraz (S)
16. Alejandro Pimentel (S)
17. Mauricio Salla (S)
18. Paulo Tavares (S)
19. Guilherme Reischl (S)
20. Christian Hahn

Classificações finais (com descartes)

Cup
1 - Lico Kaesemodel, 188 pontos
2 - Miguel Paludo, 158
3 - Pedro Queirolo, 146
4 - Ricardo Baptista, 142
5 - JP Mauro, 108
6 - Daniel Schneider, 99
7 - Adalberto Baptista, 87
8 - Maurizio Billi, 81
9 - Carlos Ambrósio, 81
10 - Marcel Visconde, 80
11 - Marcelo Hahn, 77
12 - Tom Valle, 69
13 - Marcio Basso, 65
14 - Guilherme Figueirôa, 57
15 - Esteban Gini, 40
16 - Werner Neugebauer, 36
17 - Rodrigo Baptista, 32
18 - Eduardo Azevedo, 30
19 - Sylvio de Barros, 18
20 - Dario Giustozzi, 14
21 - Paulo Pomelli, 14
22 - Marcelo Stallone, 8
23 - Fabio Alves, 7
24 - Beto Leite, 7
25 - Rodolfo Toni, 7
26 - Cláudio Dahruj, 6
27 - Gil Farah, 5
28 - Tom Filho, 2

Cup Sport
1 - Carlos Ambrósio, 92
2 - Marcio Basso, 86
3 - Marcelo Hahn, 84
4 - Adalberto Baptista, 79
5 - Beto Leite, 10
6 - Gil Farah, 8
7 - Rodolfo Toni, 6
8 - Tom Filho, 5

Cup Master
1 - Maurizio Billi, 102
2 - Guilherme Figueirôa, 70
3 - Tom Valle, 59
4 - Paulo Pomelli, 44
5 - Dario Giustozzi, 26
6 - Marcelo Stallone, 11
7 - Fabio Alves, 10
8 - Cláudio Dahruj, 9

Challenge
1 - Cristiano Piquet, 88
2 - Gonzalo Huerta, 86
3 - Daniel Paludo, 74
4 - Otavio Mesquita, 74
5 - Eloi Khouri, 64
6 - Rodrigo Mello, 48
7 - Christian Germano, 40
8 - Luiz Fernando Elias, 39
9 - Ramon Alcaraz, 34
10 - Márcio Mauro, 31
11 - Christian Hahn, 25
12 - Rouman Ziemkiewicz, 24
13 - Daniel Corrêa, 22
14 - Marcus Vario, 20
15 - Roberto Samed, 19
16 - Marçal Müller, 18
17 - Luiz Arruda, 18
18 - Maurício Salla, 18
19 - Dario Giustozzi, 16
20 - Tom Filho, 15
21 - Guilherme Reischl, 12
22 - Beto Leite, 10
23 - Rodolfo Toni, 6
24 - Juan Manuel Freddi, 4
25 - Fabián Gruccio, 4
26 - Guillermo Caso, 3
27 - Carlos Larrain, 2
28 - Luca Seripieri, 2
29 - João Lemos, 1
30 - Bob Borowicz, 1
31 - Alcides Amaral, 0
32 - Francisco Horta, 0
33 - Flavio Sampaio, 0
34 - Alejandro Pimentel, 0
35 - Paulo Tavares, 0

Notícias

Página inicial