Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Átila Abreu destaca prova histórica da categoria / a 1ª em MG
Reportagem: RF1
Foto: Carsten Horst
Piloto da Shell Racing venceu a última etapa da categoria realizada na rodada dupla em Goiânia.

A penúltima etapa da temporada 2016 da Stock Car nem começou, mas já entrará para a história da principal categoria do automobilismo brasileiro. Afinal, pela primeira vez desde sua criação, em 1979, os carro vão acelerar no segundo estado mais populoso do Brasil: Minas Gerais.

"Será uma corrida histórica, até pela importância de finalmente a Stock Car chegar a Minas Gerais", explica o piloto Átila Abreu, da equipe Shell Racing e que venceu a última prova da categoria, disputada há duas semanas, no circuito de Goiânia. "Sabemos como é importante correr nos principais Estados brasileiros e a prova em Curvelo já será marcante por isso. E que a gente continue desbravando novos lugares nos próximos anos", diz.

E não é apenas pelo lado fora das pistas que Átila gosta de novos circuitos. Seu retrospecto em pistas que são novidade no calendário é um dos melhores no grid - um bom exemplo foi quando o interior de São Paulo também foi desbravado com o circuito de rua em Ribeirão Preto, onde Átila ganhou as duas primeiras corridas da história.

"É uma condição diferente das outras etapas de uma temporada normal, em que as equipes já chegam com o ajuste do carro bastante encaminhado. É um desafio para todos encontrar rapidamente o melhor caminho, até porque teremos apenas uma pequena sessão de treino extra. Estamos vindo de uma vitória em Goiânia e isso me deixa muito otimista em mais uma vez lutar pelas primeiras colocações em Curvelo", diz Átila.

Nas primeiras análises do time, o Circuito dos Cristais aparece como uma pista mais travada - com 18 curvas em uma extensão recorde no ano, 4,4 km (um pouco maior do que Interlagos).

"Ainda não andei com nenhum tipo de carro nesta pista mas os primeiros relatos indicam que deve trazer algumas características de circuito de rua, com curvas bem fechadas, além de uma aderência ainda baixa, justamente por ser uma pista nova", diz Átila.

Os treinos em Curvelo serão iniciados nesta sexta-feira (18), a partir das 9h da manhã. O classificatório será no sábado às 12h50, com transmissão ao vivo do Sportv, que também exibe a rodada dupla no domingo às 13h.

Confira a programação para a 11ª etapa em Curvelo:

Sexta-feira, dia 18
9h20 às 9h45 - Treino Extra Grupo 1
9h50 às 10h15 - Treino Extra Grupo 2
12h50 às 13h50 - Treino Livre 1 Grupo 1
13h55 às 14h55 - Treino Livre 1 Grupo 2

Sábado, dia 19
9h10 às 9h50 - Treino Livre 2 Grupo 1
9h55 às 10h35 - Treino Livre 2 Grupo 2
12h30 às 13h50 - Classificatório

Domingo, dia 20
13h - Largada Corrida 1 (45 minutos + 1 volta)
14h10 - Largada Corrida 2 (30 minutos + 1 volta)

Classificação do campeonato, após dez etapas (top-10):

1- Felipe Fraga 252 pontos
2- Rubens Barrichello 223
3- Valdeno Brito 189
4- Marcos Gomes 164
5- Max Wilson 159
6- Diego Nunes 159
7- Daniel Serra 157
8- Vitor Genz 148
9- Átila Abreu 146
10- Cacá Bueno 138

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial