Motor On Line
Notícias-

Kart: com dicas de Vettel o Petecof disputa o Mundial com Shell Racing
Reportagem: RF1
Foto: Carsten Horst
Em 2015, Gianluca estabeleceu o recorde de participante brasileiro mais jovem da história a competir do Mundial de Kart com apenas 12 anos.

O paulista Gianluca Petecof, piloto da Academia Shell Racing, já está no Bahrein para a disputa do Mundial de Kart, que acontece nesta semana em Sakhir, região que também recebe o GP do Bahrein de Fórmula 1 no início do ano. Atual vice-campeão brasileiro, Gianluca disputará pela segunda vez a principal competição do kartismo mundial na categoria Junior.

"Será um campeonato bem diferente dos que nós estamos acostumados. Aqui no Bahrein a pista fica no meio do deserto e o traçado costuma ficar sujo de areia com bastante facilidade, deixando tudo bem escorregadio. São 1.415 metros, um circuito bem extenso, então será importante uma rápida adaptação nesses primeiros treinos", diz Gianluca, que tem 96 adversários inscritos na mesma categoria.

Na última semana, na véspera do GP do Brasil de Fórmula 1, Gianluca reencontrou Sebastian Vettel, piloto da Scuderia Ferrari, que passou várias dicas para o jovem talento brasileiro seguir superando desafios em sua carreira.

"Eu e o Vettel batemos um papo muito bacana sobre velocidade, onde ele me passou vários ensinamentos para o meu futuro nesse longo caminho para se tornar um piloto profissional e chegar nas principais categorias do mundo. Essa é a segunda vez que o encontro na F-1 e fiquei feliz em ver o interesse dele pelos jovens pilotos no kart. Ele inclusive disse que deve ver a prova pelo live timing ou até mesmo tentar acompanhar de perto, já que na semana seguinte ele corre em Abu Dhabi", diz o piloto de 14 anos.

No ano passado, Gianluca entrou para a Academia Shell Racing, uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio aos jovens talentos do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor. Também em 2015, Gianluca entrou para a história do kartismo brasileiro como o piloto mais jovem do País a participar do Mundial de Kart, que foi realizado na Itália.

As primeiras baterias classificatórias estão sendo realizadas hoje - e Gianluca já terminou em segundo lugar em sua bateria - ao todo, são mais de 90 inscritos. As pré-finais e finais acontecem amanhã.

Sobre a Academia de Pilotos Shell Racing:

Inspirada em programas europeus que levaram jovens kartistas para categorias top, como a F-1, a Academia de Pilotos Shell Racing é uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio a revelações do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor. Suas ações são viabilizadas por meio dos projetos "Academia de Pilotos de Kart" (promovido pelo Kart Clube Granja Viana) e "Talento Automobilístico Formula 3" (promovido pela Federação de Automobilismo do DF) incentivados pela Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e que visam desenvolver e formar a nova geração de brasileiros campeões no esporte automotor.

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial