Motor On Line
Notícias-

Toque tira vitória de Dennis Dirani no CBTurismo em Curvelo MG
Reportagem: RF1
Foto: Rafael Gagliano
Piloto da Shell Racing lidera a maior parte da prova no interior mineiro, mas toque de Pietro Rimbano tira Dennis da pista antes do final.

A segunda corrida do Brasileiro de Turismo em Curvelo foi marcada por um incidente na penúltima volta que acabou definindo o resultado da prova - e tirando a chance de vitória de Dennis Dirani, que dominou a corrida largando da pole position. O piloto da Academia Shell Racing recebeu um toque na traseira do seu carro e, com o acidente, perdeu diversas posições. Mesmo com o carro bastante danificado, Dennis conseguiu terminar na sexta colocação.

"Hoje a vitória esteve perto até a penúltima volta. Foi uma pena a batida: o Pietro (Rimbano) tentou passar o segundo colocado e acabou perdendo o ponto de freada e acertou em cheio a minha traseira. Eu poderia até ter voltado para a pista sem ter perdido mais posições, mas ele acabou ficando parado bem na minha frente e eu não tive como desviar", diz Dennis, que é o atual vice-campeão da competição. A direção de prova puniu o piloto que causou a batida com o acréscimo de 20 segundos no resultado final da corrida.

Mesmo com a vitória sendo tirada na parte final, Dennis viu pontos positivos na estreia do Brasileiro de Turismo no Circuito dos Cristais. Na corrida 1, realizada no sábado, o piloto paulista também fechou a prova na sexta posição após ter largado do oitavo lugar. Com os resultados da etapa de Curvelo, Dirani subiu para o sétimo lugar no campeonato e agora tem 114 pontos conquistados.

"O ponto positivo que nós levamos dessa etapa foi o poder de reação e crescimento do carro. Começamos tomando dois segundos dos adversários na tomada e na corrida de hoje nós lideramos a maior parte e quase saímos com a vitória. Isso mostra que temos capacidade de fazer uma grande corrida na etapa final, que terá pontuação dobrada, e vamos em busca de um bom resultado em Interlagos para terminar com o máximo de pontos no campeonato", diz Dennis.

A etapa de Curvelo do Brasileiro de Turismo será exibida em VT durante a próxima semana nos canais Sportv. A corrida final da categoria acontece na capital paulista em 11 de dezembro.

Brasileiro de Turismo - Curvelo - Corrida 2 (top-10):

1- Edson Coelho
2- Raphael Reis
3- Antonio Matiazzi
4- Giulio Borlenghi
5- Marcio Campos
6- Dennis Dirani
7- Marco Cozzi
8- Gabriel Robe
9- Pietro Rimbano
10- Adibe Marques

Brasileiro de Turismo - Classificação (top5):

1-Marcio Campos 187 pontos
2-Gabriel Robe 183
3- Marco Cozzi 162
4- Edson Coelho 159
5- Pietro Rimbano 150
6- Raphael Reis 116
7- Dennis Dirani 114

Sobre a Academia de Pilotos Shell Racing:

Inspirada em programas europeus que levaram jovens kartistas para categorias top, como a F-1, a Academia de Pilotos Shell Racing é uma iniciativa inédita no Brasil patrocinada pela Raízen para garantir apoio a revelações do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor. Suas ações são viabilizadas por meio dos projetos "Academia de Pilotos de Kart" (promovido pelo Kart Clube Granja Viana) e "Talento Automobilístico Formula 3" (promovido pela Federação de Automobilismo do DF) incentivados pela Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte e que visam desenvolver e formar a nova geração de brasileiros campeões no esporte automotor.

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial