Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Rafael Suzuki fica próximo do top10 em Curvelo
Reportagem: Mariana Viegas
Foto: Carsten Horst
Eversports
O piloto da Geolab Racing fez uma boa corrida na primeira visita da categoria a Minas Gerais, e terminou a corrida 1 em 13º.

Minas Gerais ingressou em grande estilo no calendário do automobilismo nacional neste domingo (20), com as duas corridas da 11ª etapa da Stock Car. O público lotou as arquibancadas do Circuito dos Cristais, em Curvelo, em um dia de muito calor. As vitórias da última rodada dupla do ano ficaram com Felipe Fraga - que ampliou sua vantagem na liderança e chega em situação favorável na briga pelo título para a etapa final em Interlagos - e Ricardo Maurício. Por sua vez, Rafael Suzuki fez uma boa primeira prova e ficou próximo do top-10 na disputa inaugural na nova pista mineira.

As atividades de pista em Curvelo começaram na sexta-feira, quando os pilotos tiveram dois treinos para conhecerem o traçado de 4.420 metros de extensão - o mais longo atualmente. Sob chuva, eles tiveram um desafio a mais em busca do acerto do carro, num circuito em que todas as equipes chegaram em nível de igualdade, sem referências. O trabalho de Suzuki e da equipe Geolab Racing, comandada por Mauro Vogel, continuou no sábado, dia de mais um treino e da classificação. Na sessão que definiu o grid de largada, Rafael não contou com o balanço ideal do carro e ficou apenas com a 18ª posição.

Saindo da nona fila na corrida 1, Rafael teve que desviar de uma confusão na primeira curva e perdeu muitas posições, caindo quase para último, mas conseguiu se recuperar com ritmo forte, conquistando terreno e ficando próximo do top-10, ao cruzar a linha de chegada em 13º lugar. Com o resultado, o piloto somou mais 11 pontos para o campeonato.

Na segunda corrida, o piloto do carro #8 optou por entrar nos boxes logo na primeira volta para o reabastecimento, contando que os pilotos à sua frente também teriam de fazer seus pit-stops, e assim ele teria vantagem por seu um dos primeiros a parar. Porém, um problema na bomba central de combustível comprometeu o desempenho de Suzuki, pois seu carro falhou durante todo o restante da prova. Ele conseguiu completar as 16 voltas, mas não teve chances de buscar um lugar na zona de pontuação, e ficou em 21º.

Agora, a Stock Car volta a se reunir em três semanas, entre os dias 9 e 11 de dezembro, para a grande final do campeonato em Interlagos (SP). A disputa acontece em uma única corrida, que vale pontos dobrados, o que será decisivo na briga pelo título. Apenas Rubens Barrichello, que está em 2º lugar, pode ameaçar o líder Felipe Fraga - a diferença entre eles é de 34 pontos, e a vitória vale 60 pontos. Suzuki ocupa a 20ª posição, e tem como objetivo chegar o mais próximo possível do top-15.

Rafael Suzuki é patrocinado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

Rafael Suzuki:

"Essa foi uma etapa bem desafiadora, chegamos sem referências por ser um circuito novo, onde quase não há áreas de escape, então a pista não aceita erros. As corridas foram divertidas, muito disputadas. Na primeira nós acertamos na estratégia, tive que me livrar de um enrosco na largada e caí para quase último, mas tinha bom ritmo para avançar e chegamos perto do top-10. Já na segunda, desde o começo tive um problema com a bomba de combustível, que fazia com que o carro falhasse o tempo todo, e assim não deu para brigar por melhores posições. É sempre legal visitarmos nossas praças, e o povo de Minas Gerais nos recebeu muito bem. Agora vamos para Interlagos, em busca de um bom resultado, especialmente pelo fato da pontuação ser dobrada, para fecharmos o ano com chave de ouro".

Resultado - Corrida 1*

1-) 88 FelipeFraga (Cimed Racing) - 24 voltas em 47min46s344 (média de 133,2 km/h)
2-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 0s979
3-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 3s614
4-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 5s937
5-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 10s374
6-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - a 12s906
7-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) - a 16s640
8-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - a 20s319
9-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - a 25s020
10-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) - a 25s606
11-) 117 Guilherme Salas (RZ Motorsport) - a 27s206
12-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) - a 28s470
13-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - a 30s636
14-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - a 31s690
15-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - a 33s816
16-) 0 Cacá Bueno Red Bull Racing) - a 1min01s550
17-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 1min02s533
18-) 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) - a 1min16s172
19-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - a 1 volta
20-) 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) - a 2 voltas
21-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) - a 5 voltas
Não Completou
22-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - a 17 voltas
23-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - a 18 voltas
24-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - a 16 voltas
25-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - a 8 voltas
26-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 4 voltas
27-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - a 1 volta
28-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - a 1 volta
29-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - excluído
Melhor Volta: Marcos Gomes, 1min52s814 (média 141,0 km/h)
*Resultados técnicos sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Resultado - Corrida 2*

1-) 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma-RC ) - 16 voltas em 30min48s889 (média de 137,6)
2-) 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) - a 2s028
3-) 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) - a 2s775
4-) 77 Valdeno Brito (TMG Racing) - a 3s413
5-) 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) - a 3s929
6-) 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) - a 5s243
7-) 65 Max Wilson (Eurofarma RC) - a 7s606
8-) 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) - a 8s805
9-) 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) - a 9s210
10-) 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) - a 10s252
11-) 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) - a 12s018
12-) 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) - a 1 volta
13-) 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) - a 1 volta
14-) 51 Átila Abreu (Shell Racing) - a 1 volta
15-) 70 Diego Nunes (União Química Racing) - a 1 volta
16-) 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 1 volta
17-) 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) - a 1 volta
18-) 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) - a 1 volta
19-) 9 Guga Lima (TMG Racing) - a 1 volta
20-) 117 Guilherme Salas (RZ Motorsport) - a 1 volta
21-) 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) - a 1 volta
22-) 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) - a 1 volta
23-) 0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) - a 2 voltas
24-) 18 Allam Khodair (Full Time Sports) - a 3 voltas
25-) 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) - a 4 voltas
Não Completou
26-) 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) - sem tempo
27-) 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) - sem tempo
28-) 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) - sem tempo
29-) 10 Ricardo Zonta (Shell Racing) - sem tempo
Melhor Volta: Marcos Gomes, 1min51s941 (142,1 km/h)
*Resultados sujeitos a verificações técnicas e desportivas

Notícias

Página inicial