Motor On Line
Notícias-

Perez / Córdova e Sala sobem no pódio das 500 Milhas de Londrina
Reportagem: João Alberto Otazú
Foto: Claudio Kolodziej
Mastermídia
Equipe Ferreirinha Motorsport termina novamente em terceiro na categoria P1.

Os deuses do automobilismo resolveram pregar uma peça nos times que participaram na noite do último sábado (26/11) do jubileu de prata das 500 Milhas de Londrina. Numa das provas mais competitivas e duras em 25 anos de história, com várias trocas de líderes e muitas quebras, depois de 6h35min37s125 de disputas o trio gaúcho Mauro Kein, Paulo Souza e Tiel Andrade completou as 263 voltas no Autódromo Ayrton Senna na primeira colocação na classificação geral e na classe P2. Entre os carros mais rápidos da classe P1 a vitória ficou com os paulistas Emilio Padron, Fernando Fortes e Fernando Ohasi, que conquistaram o título de campeões brasileiros, seguidos dos paulistas Ney Faustini e Edras Soares, e os paranaenses José Córdova, Robbi Perez com o paulista Maurizio Sala no terceiro posto.

"Era corrida para vencermos na categoria e ficar entre os três primeiros na geral tranquilamente. Nossa arma maior era o consumo e a resistência e o carro não apresentou nenhum problema mecânico. Só no final uma mangueira de refrigeração dos freios que se soltou e enroscou no chicote elétrico lá atrás, derretendo tudo. Mas estamos muito felizes, segundo pódio consecutivo em terceiro, este resultado já é história e vamos pra próxima", comentou Robbi Perez, titular do MCR / Audi da Ferreirinha Motorsport.

Largando da terceira posição Robbi Perez cumpriu um primeiro turno de 2h20 e entregou o carro em segundo na geral e primeiro na classe P1 para Maurizio Sala fazer o seu ‘stint’, com os pneus já desgastados e o protótipo saindo de traseira. "A gente estava muito bem na prova e como a pista piorou e muita gente começou a se acidentar, resolvi não arriscar nada e fui conservador, entregando o carro em inteiro e em terceiro, em condições do José Córdova lutar pela vitória no final da corrida", explicou o experiente Sala.

O paranaense entrou para a pista com a finalidade de ser o mais rápido possível e brigar diretamente pelas primeiras posições na classificação geral, quando foi obrigado a entrar nos boxes para reparo do chicote elétrico, pois os faróis deixaram de funcionar, o que o obrigou a ficar 50 minutos parado. "Deu zebra. Demoramos muito no pit, foi uma pena, pois eu estava em primeiro na classe. Dava pra puxar bem durante a noite e buscar a vitória na geral. Ficamos muito tempo parados e não deu pra recuperar, realmente foi uma pena", lamentou Córdova, confiante que a vitória seria possível.

Confira o pódio da categoria P1 nas 500 Milhas de Londrina:

1) Emilio Padron / Fernando Fortes / Fernando Ohasi, 249 voltas;
2) Ney Faustini / Edras Soares, 243 voltas;
3) José Córdova / Robbi Perez / MaurizioSala, 219 voltas;
4) Claudio Ricci / Paulo Poeta / Paulo Varassin, 139 voltas;
5) Jair Bana / Duda Bana, 99 voltas.

Notícias

Página inicial