Motor On Line
Notícias-

Eleito o 8º do mundo Di Grassi é disparado o melhor brasileiro em 2016
Reportagem: P1 Media Relations
Foto: Divulgação
É a quinta eleição que destaca Lucas como um dos grandes nomes da atualidade no cenário internacional.

Principal publicação no esporte a motor mundial, o site da revista inglesa Autosport publicou hoje (15) a eleição dos 50 melhores pilotos do mundo, em um pleito que envolveu competidores de todas as mais importantes categorias do automobilismo internacional. O brasileiro Lucas Di Grassi foi apontado como o 8º melhor piloto da atualidade pelo painel formado por especialistas, posição que o coloca também como o melhor competidor brasileiro da atualidade em todas as categorias do esporte a motor mundial.

Esta é a quinta premiação que destaca o trabalho de Di Grassi no cenário internacional. Na semana anterior, Lucas já havia sido escolhido por outra publicação especializada internacional - o site Motorsport.com - como o melhor piloto de endurance do mundo. Ainda em dezembro, o piloto foi vencedor do Capacete de Ouro, principal premiação do esporte a motor brasileiro, promovida pela tradicional revista Racing. Lucas foi ainda eleito pelos chefes de equipe como o melhor piloto do Campeonato Mundial de Fórmula E, além de ser apontado como o melhor piloto brasileiro em atividade pelo Grande Prêmio, principal publicação do esporte a motor da América Latina.

Em 2016, o brasileiro de 32 anos foi vice-campeão pela equipe Audi Sport no Campeonato Mundial de Endurance. Di Grassi defendeu a marca alemã na categoria principal do torneio, a LMP1. Lucas também foi vice-campeão mundial da prestigiosa Fórmula E, categoria que tem sido foco de atenção da comunidade internacional por ser considerada a ponta de lança para o que se considera ser o automobilismo do futuro - carros ecologicamente corretos e eventos que promovem interação com o público através de canais paralelos, como a internet. No total, Lucas somou cinco vitórias em categorias internacionais neste ano: duas no Mundial de Endurance e três na F-E.

Ecletismo

Di Grassi é atualmente reconhecido como um dos pilotos mais versáteis e técnicos do mundo. Veloz em qualquer situação, em 2016 ele mostrou seu ecletismo ao realizar temporadas perfeitas tanto nas provas longas e mais cerebrais do WEC (World Endurance Championship, o Mundial de Endurance) quando no ambiente mais instantâneo das corridas da Fórmula E. E as eleições realizadas mundo afora refletiram isso.

"Ser reconhecido como um dos melhores pilotos do mundo em 2016, mesmo sem ter sido campeão, nem estar na principal vitrine, que é a Fórmula 1, é uma grande recompensa para todo o trabalho e esforço que fizemos neste ano", resumiu o brasileiro. "Acho que minha temporada no WEC foi das melhores da minha carreira, na qual eu realmente pude andar rápido e contribuir ao máximo para o sucesso da equipe. De outro lado, o título da Fórmula E me escapou por um detalhe mínimo (a equipe errou por pouco o peso mínimo do carro), o que foi uma pena, pois nós não tínhamos um carro rápido o suficiente para andar junto com os Renault. Então, chegar na prova final disputando o título por alguns pontos foi sensacional", detalhou Di Grassi.

O brasileiro, que tem mostrado estar no ápice de seu potencial como atleta e piloto, acredita em mais bons resultados no ano que vem. "Na soma, estou muito feliz com os resultados de 2016. E o melhor de tudo é que as perspectivas para 2017 são idênticas, senão melhores", comentou. "Quero agradecer a todos que confiaram no meu trabalho e me ajudaram a ter esse incrível reconhecimento. Um agradecimento especial ao público que tem me acompanhado, à Audi Sport, que foi minha equipe nos dois campeonatos, e também os organizadores do WEC e da Fórmula E. Obrigado mesmo a todos. Espero retribuir novamente no ano que vem".

O único outro brasileiro presente na lista da revista Autosport é o também paulista Pipo Derani, vencedor das 24 Horas de Daytona e das 12 Horas de Sebring na categoria LPM2 do WEC. Derani ocupa a 40ª posição na lista dos melhores do mundo. A relação completa pode ser acessada em www.autosport.co.uk.

Di Grassi em 2016

• 8º melhor piloto do mundo, eleição da revista britânica Autosport
• Melhor piloto de Endurance do mundo, eleição do site Motorsport.com
• Vencedor do Capacete de Ouro, considerado o Oscar do automobilismo brasileiro
• Eleito pelos chefes de equipe o melhor piloto do Mundial de Fórmula E
• Melhor piloto brasileiro em atividade segundo o site Grande Prêmio, maior portal brasileiro do segmento
• Vice-Campeão Mundial de Fórmula E, com três vitórias
• Vice-Campeão Mundial de Endurance (WEC), com duas vitórias

Notícias

Página inicial