Motor On Line
Notícias-

Kart: Tony Kanaan dá dicas para crianças da escola na Granja viana
Reportagem: RF1
Foto: José Mario Dias
Alunos que concluíram o primeiro módulo na Escola de Kart receberam o piloto da Indy, que contou diversas histórias da sua carreira no automobilismo.

Na véspera da principal prova de longa duração do kartismo nacional, as 500 Milhas de Kart, 76 crianças realizaram um sonho no Kartódromo Granja Viana: receberam das mãos do campeão da Fórmula Indy Tony Kanaan o diploma do primeiro módulo da Escola de Kart KGV, uma iniciativa do Kartódromo Granja Viana patrocinada pela marca Shell, licenciada para a Raízen no Brasil, e a Comgás.

O campeão das 500 Milhas de Indianápolis está no Brasil para a tradicional prova que encerra a temporada do automobilismo brasileiro com uma prova de 12 horas de kart, realizada ontem, na Grande São Paulo. Tony também apresentou uma palestra motivacional para as crianças que seguem para a segunda fase em 2017.

"Estudar segue sendo o mais importante da vida de vocês e, assim como andar de kart, é preciso fazer com dedicação. Na idade de vocês, o talento ajuda muito, mas é preciso ter vontade para continuar e nunca desistir dos seus sonhos", disse Tony, que contou sobre suas vitórias, mas também sobre as dificuldades no início da sua carreira, principalmente pela falta de apoio financeiro.

Inspirado no programa francês que levou Jean-Eric Vergne para F-1, a Escola de Kart é uma iniciativa patrocinada pela marca Shell e Comgás por meio de uma parceria com o Ministério dos Esportes. A meta é ampliar o universo de praticantes do automobilismo e, a medida que o aluno for conseguir resultados de destaque, pode seguir carreira profissional no automobilismo brasileiro, chegando até a Stock Car.

O programa também está ligado a um desenvolvimento de base para a Academia Shell Racing, uma iniciativa inédita lançada em 2015 no Brasil para garantir apoio aos jovens talentos do automobilismo e auxiliar seus passos futuros no esporte a motor.

Para Felipe Giaffone, idealizador da Escola de Kart, o projeto teve bastante sucesso nos primeiros meses de aulas. "Ensinamos questões básicas de direção, trânsito e início de pilotagem, tudo de maneira bem educativa. O próximo passo em 2017 é selecionar os 48 melhores, com base em critérios de desempenho e disciplina, e continuar aprimorando as habilidades destas crianças", diz Giaffone.

Em paralelo, também está sendo lançado o projeto da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), que segue um molde parecido com a Escola de Kart, mas com o pagamento dos alunos pelas aulas. "A CBA está doando os karts, material de treinamento e deve fazer isso em três estados inicialmente, São Paulo, Minais Gerais e mais um do Sul ainda em definição. Será um valor bem acessível e também segue um cronograma parecido com o da escola francesa", conclui Giaffone.

Sobre a Raízen:

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,5 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 64 aeroportos, possui 63 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 5.800 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial