Motor On Line
Notícias-

Automobilismo é utilizado na educação de trânsito e inclusão social
Reportagem: Bispo Neto
MRT

Um projeto da Valdocar Escola de Pilotos e Eventos, sob o comando do piloto profissional e instrutor Ary Osvaldo Cortiano, tem ajudado jovens em todo o País a saírem dos “Rachas das Ruas” e utilizarem a velocidade com responsabilidade nos autódromos em provas de competição, com o curso de pilotagem. Além disso, o curso também é utilizado como ferramenta de inclusão social, aos portadores de Lábio Leporino, que encontram no automobilismo o esporte a ser praticado e podem ainda se tornarem pilotos de testes das montadoras brasileiras.

Essa história começou com o piloto Ary Osvaldo Cortiano, Policial Civil do Cope, que nasceu com Lábio Leporino, passou pela operação corretiva e seguiu a vida correndo atrás de seus sonhos. Sempre um aluno aplicado, foi superando as adversidades e chegou a Delegado da Polícia Civil. Mas o vibra sempre que comenta sobre o seu principal objetivo, que era o de ser piloto profissional de competições, pois a velocidade está no seu sangue. Hoje, aos 63 anos de idade, com a Valdocar, Ary Cortiano forma Pilotos de Competição, Pilotos de Teste e Mecânicos, pelo Brasil afora.

A ideia de Ary Osvaldo Cortiano é divulgar em todo o Brasil, com a ajuda de empresários e emissoras de TVs, um projeto de grande impacto, informando tudo sobre o Lábio Leporino, onde estão e como encontrar os “Centrinhos”, que tratam pessoas com essa deficiência física. “Este projeto é impactante, sobre o assunto e nunca divulgado desta forma. Vamos utilizar o automobilismo como ferramenta de divulgação e resgate da autoestima das pessoas com Lábio Leporino, trazendo o lazer, com a finalidade de despertar uma profissão, como piloto ou mecânico, que futuramente poderão ser utilizados nas Fabricas de Automóveis como Pilotos de Testes, Consultores e Mecânicos, entre outras especialidades”, declarou Ary Osvaldo Cortiano.

Os cursos da Valdocar Escola de Pilotos e Eventos são ministrados nos Autódromos Zilmar Beux, em Cascavel, e, Ayrton Senna, em Londrina, ou nas empresas onde esses serviços são solicitados, com Curso de Direção Defensiva e Direção Evasiva aos seus motoristas. Parte das verbas arrecadadas com os cursos e doações são destinadas ao tratamento das crianças que nascem com Lábio Leporino, para clinicas de Curitiba, Londrina e Cascavel, como a Apolibad, de Cascavel, e a Cefil, de Londrina especializadas nessa área. Para informações sobre os cursos ou doações, entrar com contato via e-mail: valdocar55@gmail.com, ou pelo telefone (41) 98437-3873 e falar com Ary Cortiano.

Notícias

Página inicial