Motor On Line
Notícias-

Ford GT inicia o Mundial nas 6 Horas de Silverstone com o Pipo Derani
Reportagem: Imprensa Ford

O Ford GT inicia neste fim de semana a disputa do Campeonato Mundial de Endurance 2017, na tradicional prova de 6 Horas de Silverstone, na Inglaterra, que abre a temporada. O brasileiro Pipo Derani é um dos pilotos que vão se revezar no cockpit dos dois GTs da equipe Ford Chip Ganassi Racing, lutando contra a Ferrari, Aston Martin e Porsche na categoria GTE Pro.

“Desde que comecei a correr sonhava um dia estar numa equipe como a Ford Chip Ganassi Racing”, diz Pipo Derani, que vai pilotar o Ford GT 67 com os britânicos Andy Priaulx e Harry Tincknell. O americano Billy Johnson, o alemão Stefan Mücke e o francês Olivier Pla formam o trio de pilotos do Ford GT 66. A corrida será no domingo, a partir das 8h00 no horário brasileiro.

Com sua base localizada a apenas alguns quilômetros do circuito de Silverstone, a equipe Ford começa a temporada praticamente em casa.

“Depois de uma primeira temporada respeitável, estamos em grande forma para o campeonato este ano”, diz Dave Pericak, diretor global da Ford Performance. “Vai ser uma batalha intensa, mas estamos preparados”.

Segunda temporada

A temporada terá nove etapas. Depois de Silverstone, o giro europeu continua com as 6 Horas de Spa (Bélgica) as 24 Horas de Le Mans (França) – principal prova do campeonato, vencida em 2016 pela Ford – e as 6 Horas de Nürburgring (Alemanha). As corridas seguintes são as 6 Horas do México e as 6 Horas do Circuito das Américas, em Austin (EUA). Por fim, vêm as 6 Horas de Fuji (Japão), as 6 Horas de Xangai (China) e as 6 Horas do Barhein.

Uma novidade este ano é a regra que limita o uso de pneus pelas equipes, de quatro para três conjuntos nos treinos e de seis para quatro na qualificação e na corrida.

“Tivemos um início de ano ocupado, competindo em Daytona e Sebring, junto com o nosso programa normal de testes e desenvolvimento”, diz George Howard-Chappell, líder da equipe no mundial. “Para a maioria, o Ford GT vai parecer o mesmo de 2016, mas mudamos tudo o que foi permitido pelo regulamento. Os resultados começaram a vir para nós no final da última temporada, com as vitórias em Fuji e Xangai. Acredito que este ano a disputa será mais apertada que nunca, por isso teremos de lutar por cada centímetro na pista.”

Notícias

Página inicial