Motor On Line
Notícias-

Kart: Alberto Cesar Otazú quer começar temporada vencendo
Reportagem: MasterMídia
Foto: Rafael Gagliano
Jovem terminou 2017 vencendo a última etapa do RKC e totalizando a temporada com 63 pódios, 35 vitórias, largando 32 provas da pole e 42 voltas mais rápidas.

Depois de um mês de férias, o kartista Alberto Cesar Otazú (Alpie Escola de Pilotagem/Instituto Desenvolve) quer começar a temporada da mesma forma que terminou a temporada 2017: vencendo. No sábado (20/1) ele disputará a primeira etapa do Rotary Kart Club (RKC), as 17 horas, no Kartódromo de Interlagos, zona sul de São Paulo.

“Não vejo a hora de entrar na pista para novas disputas. Quero superar a minha performance do ano passado e, para isto, tenho que começar 2018 da forma que terminei a temporada 2017, largando da pole position e vencendo no RKC”, planeja o piloto que no ano passado subiu 63 vezes no pódio, conquistando 35 vitórias, largando 32 provas da pole position e estabelecendo 42 voltas mais rápidas.

O primeiro final de semana de Alberto Cesar no kartismo neste ano já será bem corrido. Além da prova no RKC no sábado, no dia seguinte (21/1) ele participará da abertura do The Heart Racing (THR), as 10h30 no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP), e já as 13h30 ele estará de volta à Interlagos, para a corrida inicial do Campeonato TORGS de Kart Indoor de São Paulo (CTKASP).

“É disto que eu gosto. Se pudesse eu corria todo dia!”, diverte-se o jovem que recentemente completou 17 anos de idade. “Se bem que neste ano vou correr bem menos de rental kart, pois a minha prioridade será conseguir apoio publicitário para treinar e correr de carro”, emenda Otazú.

Campeão dos campeonatos Fórmula Master, Master de Kart, e vice-campeão do Amika, GPCKA, CCSKA, Asseka, e bicampeão por duplas no GPCKA, em 2018 Alberto Cesar Otazú deverá competir apenas no RKC, THR e Torgs. “Estou dando preferência para estes campeonatos em que fui gentilmente convidado, e que além de serem fortes e competitivos, não tive a oportunidade de participar de todas as suas etapas no passado”, pontua. “E também porque preciso de mais tempo para estudar e me preparar para competir em categorias superiores, como de kart 2 tempos, Fórmula Vee, Fórmula 1600, Spirit, ou outras em que surgir oportunidade”.

Alberto Cesar Otazú tem o apoio de Alpie Escola de Pilotagem, Instituto Desenvolve, No Fire Services, Studio 67 Design e LEAG. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde e Direção para a Vida.

Notícias

Página inicial