Motor On Line
Notícias-

Rally: seis minutos de pegadinhas no Transcatarina 2018
Reportagem: Isis Moretti
Foto: Marcus Cicarello
Liberdade de Ideias
Foi dada a largada oficial para os dez anos do Transcatarina e os primeiros quilômetros desta edição histórica já foram capazes de contagiar todos os participantes.

O frio de Fraiburgo tornou-se mero coadjuvante com a presença de pilotos e navegadores que vieram ao 10º Transcatarina – o evento reúne 230 veículos – distribuídos entre as categorias de competição (Máster, Graduado, Turismo e Turismo Light), Passeio (Passeio Radical e Adventure) e STAFF. São pessoas vindas de 12 Estados e cerca de 100 municípios. Serão percorridos aproximadamente 800 quilômetros com destino a Blumenau, com pernoite em Rio Negrinho.

O prólogo – tomada de tempo que define a ordem de largada para a primeira etapa da competição – foi realizado nesta quarta-feira (11), e teve um percurso de 2,696 quilômetros, com muitas curvas e pegadinhas. Parece pequeno o percurso, mas para quem está a um ano aguardando pela edição histórica dos dez anos do Transcatarina – com a expectativa de ser uma das provas mais técnicas e especiais de todos os tempos –, esse roteiro promoveu grandes emoções. Foram os seis minutos (aproximados) mais longos e importantes para cada equipe, que pôde “aquecer” e quebrar a tensão para as próximas etapas do evento.

“A hora da largada é a parte mais difícil... Dá aquele frio na barriga, o coração dispara... Mas depois começamos a acelerar, e tudo dá certo”, disse Gustavo Schmidt, que faz sua estreia como piloto no Transcatarina. “Tão embora não cometemos erros, a categoria Máster é sempre Máster, e para ficar entre os cinco primeiros colocados é extremamente difícil. Posso dizer que é uma roleta russa, pois todos os concorrentes são parelhos, portanto, quem entra mais rápido no ritmo do rali, vence”, declarou empolgado Schmidt, logo após finalizar os 2,696 quilômetros.

A família Siqueira – vinda de Goiânia (GO) –, terminou a tomada de tempo bastante otimista. “Foram dez páginas de planilhas, cumpridas em 5 minutos e 44 segundos. E pensa em uma adrenalina”, salientou o navegador Guilherme de Sousa Siqueira, que compete ao lado do pai, Adinirso Ferreira Siqueira. “Foram muitas pegadinhas que já testaram a comunicação entre as duplas e, principalmente, a velocidade no raciocínio e manobras. Estava bom para confundir”, completou o navegador.

Motores aquecidos... Está valendo!

O primeiro teste do Transcatarina 2018 já foi aplicado e, pode-se dizer, que os participantes estão mais afiados do que nunca. O desejo de fazer a diferença na edição histórica dos dez anos está no coração de cada integrante. E quem já começou com o pé direito na categoria Máster foi a dupla Olair Fagundes e Vanderlei Hirt Marques. “É ótimo começar o Transcatarina desta forma, principalmente, porque foi a primeira vez que eu e o Olair competimos juntos, por isso, precisamos considerar que temos aquele período de adaptação que, ao que parece já nos saímos muito bem. E ainda teve o tipo de pegadinhas que eu gosto bastante. As tulipas estavam bem desenhas e as médias justas e compatíveis com a categoria e terreno”, destacou Marques.

Pela categoria Graduados, Marcelo de Freitas Gouveia e Igor Quirrenbach de Carvalho, abrirão a disputa. “Estamos no maior grid do rali de regularidade brasileiro, onde estão os melhores pilotos e navegadores. Foi um trajeto técnico, mas nós nos preparamos bastante para este Transcatarina. Ficamos satisfeitos e otimistas; é como se começássemos o jogo com 1 X0”, comentou Quirrenbach.

Os primeiros a entrar na trilha pela Turismo serão Wivalde Jonas Liebl e Adimar Diego Mühlbauer. E na Turismo Light, quem sairá na frente será Suzana Veloso Rodrigues e Giuliano Marcio Rodrigues. “Ficamos bem contentes, pois, assistindo de fora o certame e vendo algumas pessoas se perderem, pensamos que não seria diferente conosco. Sem dúvida, esse resultado nos dá mais segurança e foi mérito do navegador ”, falou Suzana.

Transcatarina segue e agora está valendo. O primeiro dia de prova será todo em Fraiburgo (sem deslocamentos da caravana), avançando para Monte Carlo. A primeira etapa, mais rápida e sem muitas pegadinhas, será um aquecimento para as outras duas etapas do dia. No roteiro, destaque para as plantações de milho e muito reflorestamento. Concentração para não perder o caminho e, muito menos, a média de velocidade exigida.

Passeio Radical super radical

A turma da Passeio Radical entrou em seus 4x4 e curtiu o percurso do prólogo, seguindo assim para as trilhas de uma fazenda particular, destinada ao plantio de pinus. Por lá, todos os participantes atravessaram um açude (com cerca de 1,50 metros de profundidade), e posteriormente, encararam mais atoleiros. Feito isso, foram direto para o Desafio proposto pelos líderes da Passeio Radical: vencer um atoleiro bem fundo. Depois disso, mais travessia de açude e passagem por uma pedreira desativada, que neste momento, está alagada.

10º Transcatarina - Fraiburgo (SC)
Ordem de largada – primeiro dia de prova

Máster
1º Olair Fagundes / Vanderlei Hirt Marques, 63 pontos perdidos
2º Gustavo Schmidt / Enedir da Silva Júnior, 70 pontos perdidos
3º Leandro Pereira Moor / Claudio Roberto Flores, 93 pontos perdidos
4º Paulo Roberto Goes / Cristian Mueller, 99 pontos perdidos
5º Glauber Fontoura / Ronaldo Rodrigues dos Santos, 108 pontos perdidos

Graduados
1º Marcelo de Freitas Gouveia / Igor Quirrenbach de Carvalho, 77 pontos perdidos
2º Leonardo Borges Menarim / Adriana Micheli, 97 pontos perdidos
3º Alexandre Menezes Ferreira / Marcelo Almada Coelho Ritter, 124 pontos perdidos
4º Sandra Dias / Minae Miyauti, 140 pontos perdidos
5º Marcelo Prevideli / Rafael Augusto Avelar e Pintos, 145 pontos perdidos

Turismo
1º Wivalde Jonas Liebl / Adimar Diego Mühlbaeur, 73 pontos perdidos
2º Kleber Santana / Fernanda Santana, 84 pontos perdidos
3º Guilherme Barbosa / Lisiane Homem, 148 pontos perdidos
4º Denilson Bonfanti / Leandro José Machado, 188 pontos perdidos
5º Rodrigo Juliano Borges/ Tamara Sardagna, 193 pontos perdidos

Turismo Light
1º Suzana Veloso Rodrigues / Giuliano Marcio Rodrigues, 255 pontos perdidos
2º José Andrade Júnior / Bernardo Schafer Andrade, 1.045 pontos perdidos
3º Marcia Mary Colevati Ferreira / João Batista Ferreira, 7.818 pontos perdidos
4º Osvaldo Prezotto / Nathalia Graciano, 13.336 pontos perdidos
5º Altair José Maziero / Eduardo Grezel Baldissera, 14.465 pontos perdidos

* Resultado completo em www.transcatarina.com.br

O 10º Rally Transcatarina tem patrocínio de Hotel Renar, Governo de Santa Catarina. Apoio de Gatos & Atos, SFI Chips, Grupo Gratt, Lave Bem Lavanderia, Posto Maçã, Floripa Textil, Mamute Off-Road, Trilha SC, FD Stands Displays, Ekron Guinchos, Le Mani, Quatorze08, Orangesun, Prefeitura Municipal de Fraiburgo

Supervisão: FAUESC
Realização: SC Racing

Notícias

Página inicial