Motor On Line
Notícias-

Stock Car: Shell V-Power aposta no ritmo para alcançar 1ªs posições no Velo Città
Reportagem: Luis Ferrari
Foto: José Mario Dias
Átila Abreu larga na 11ª colocação na primeira corrida deste domingo, enquanto Ricardo Zonta vai partir na 8ª fila.

A Shell V-Power partirá para corridas de recuperação na rodada dupla do Velo Città da Stock Car, com Átila Abreu ocupando o 11º lugar no grid da corrida 1, enquanto Ricardo Zonta vai largar na oitava fila, em 16º.

Na primeira parte do treino classificatório, Átila conseguiu uma vaga no Q2, enquanto Zonta não avançou. Na segunda etapa, o sorocabano obteve um lugar na sexta fila e ficou a 0s3 de pegar uma das seis vagas no Q3.

Neste domingo, tanto Átila como Zonta voltam a apostar no forte ritmo de corrida dos carros da equipe Shell V-Power, que já conquistou três vitórias na temporada 2018 é a terceira melhor equipe da temporada.

A primeira prova da rodada dupla será disputada às 13h deste domingo, enquanto a segunda corrida, com grid invertido entre os oito primeiros da bateria inicial, começa às 14h05. O SporTV3 transmite ao vivo.

Tanto Átila Abreu como Ricardo Zonta participam da eleição do Fan Push, um disparo extra do botão de ultrapassagem na corrida 2 aos seis pilotos mais votados do grid. A eleição segue até o começo da rodada dupla no site oficial da categoria (www.stockcar.com.br)

O que eles disseram:

"Não conseguimos achar o balanço do carro, uma linha de trabalho para melhorar a aderência. Então, essa posição foi o que conseguimos fazer até agora no fim de semana. Agora é trabalhar um outro caminho para tentar melhorar o carro para a corrida. Por enquanto, o desempenho mostra que precisamos evoluir mais"

Ricardo Zonta, piloto do carro #10

"No treino livre da manhã conseguimos evoluir o carro, mas na classificação piorou um pouquinho, não teve o melhor equilíbrio. Uma pena, esperava brigar mais lá na frente e pelo menos ir até o Q3. Agora é traçar a melhor estratégia para tentar sair com uma vitória aqui e pontuar para o campeonato"

Átila Abreu, piloto do carro #51

"Logicamente não estamos largando onde gostaríamos. O Átila sempre esteve melhor nos treinos, e hoje pela manhã ele ficou de novo entre os primeiros sem passar pneu novo, então esperávamos mais, pelo menos um Q3. Fizemos uma última mudança para acabar com o último problema que tínhamos, mas piorou e faz parte. De ontem para hoje, melhoramos um pouco o carro, e tentamos dar mais um passo na classificação, mas piorou. É uma pena, mas a corrida está em aberto, sempre temos um bom ritmo de prova, quem sabe para brigar por um pódio, ou na primeira, ou na segunda corrida. Com o Zonta, a situação está um pouco mais difícil. O carro não estava tão bom nos treinos, mas deixando o pneu novo só para hoje, e imaginávamos estar com ele ali perto de décimo, mas não deu, foi o primeiro eliminado. Quem sabe, se ele tivesse passado ao Q2, daria para ele largar perto do Átila. Com certeza é uma corrida de recuperação para nós"

Thiago Meneghel, chefe da equipe Shell V-Power

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Notícias

Página inicial