Motor On Line
Notícias-

Kart: Enzo Prando e Pedro Lopes saem na frente no 1º dia da final da Seletiva
Reportagem: F. Gonçalves / B. Paula / C. Scafuro
Foto: Fábio Oliveira
FGCom
A segunda-feira de disputas na Granja Viana contou com domínio dos estreantes. Os três melhores do dia fazem sua primeira participação no evento.

A 20ª edição da final da Seletiva de Kart Petrobras começou movimentada nesta segunda-feira (22) no kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP), que recebe pela oitava vez uma decisão do torneio. Durante o dia de atividades na pista, os pilotos estreantes se destacaram diante dos veteranos. Os paulistas Enzo Prando e Pedro Lopes, que fazem sua primeira participação, foram os melhores do dia. Nesta terça-feira (23), a final terá sua sequência com a realização das corridas.

Nesta segunda, os 12 finalistas participaram de três tomadas de tempo e também da primeira bateria eliminatória, com os pilotos divididos em três grupos com quatro integrantes. Quem se deu melhor no dia foi o paulista Enzo Prando, de 19 anos, e que participa pela primeira vez da disputa. Ele somou 20 pontos. O conterrâneo Pedro Lopes também andou forte e alcançou a segunda pontuação, e está com 19, a um ponto do líder.

Guilherme Peixoto, Lucas Okada e Pedro Goulart estão empatados com 18 pontos e se juntam ao pelotão que saiu na frente na busca da maior premiação do kartismo nacional.

O dia começou com céu aberto na Granja Viana. Um warm up abriu a programação antes das três tomadas de tempo. Na primeira, os pilotos foram divididos em seis duplas e, por cinco minutos, buscaram o melhor tempo. O mais rápido da dupla marcou seis pontos e o outro três.

Na sequência, todos os pilotos foram para a pista, para uma volta lançada. Na terceira tomada, os pilotos foram divididos novamente em seis duplas, para seis voltas cronometradas. O que completou em menos tempo somou seis pontos e o outro, três. A pontuação das três tomadas formou o grid para a 1ª eliminatória, onde os pilotos foram divididos em grupos de quatro.

Enzo Prando está confiante e animado para as disputas desta terça-feira. “Foi um dia muito bom. É bacana começar na frente. E apesar de ser um dia com menos corridas, tem uma pontuação importante. No geral, consegui fazer o melhor tempo na tomada e ser constante. Fiquei em terceiro na volta lançada. Foi importante. Eu sabia que ia estar competitivo e estou bem feliz. Vou manter meu ritmo, meu trabalho para tentar o título amanhã”, contou Enzo.

Outro que brigou de perto pelos pontos nesta segunda-feira foi Pedro Lopes, outro estreante na disputa. “É um campeonato muito diferente, nunca tinha participado de nada parecido. Mas eu acredito que me adapto rápido. No warm up, tive a oportunidade de ‘pegar a pista’ e na primeira tomada eu fui o mais rápido da dupla. Na segunda tomada, fui bem, mas cometi um pequeno erro, que me custou a pole e fiquei em segundo. Na terceira, fui primeiro na geral, superei minha dupla. Na primeira eliminatória, meu adversário estava com um desempenho melhor, acabei ficando em segundo lugar. Mas estou só um ponto atrás, e não é nada. Então, quem chegar na frente leva”, disse o piloto de 16 anos.

A final conta com representantes de quatro regiões do Brasil, sendo quatro estados e mais o Distrito Federal: Nordeste (Maranhão), Centro-Oeste (Brasília), Sudeste (São Paulo e Minas Gerais) e Sul (Rio Grande do Sul). Neste ano, o número de estreantes é maior, são oito. Os outros quatro tentarão o título novamente. Victor Schoma (SP), que ficou em oitavo em 2016, tenta pela segunda vez. Já Pedro Goulart (RS), Lucas Okada (DF) e Gabriel Paturle (MG) estão na terceira tentativa. Okada foi o que mais se aproximou (ficou em segundo nas edições de 2017 e 2016). Goulart foi oitavo ano passado, e sétimo em 2016. E o mineiro Gabriel Paturle ficou em sétimo em 2017 e em décimo em 2016.

Todos os resultados do primeiro dia de disputas estão no link: http://caradec.com.br/site/eventos2tab.asp?cmp=183&etp=565

Veja como está a pontuação da Seletiva de Kart Petrobras, após o primeiro dia:

1) Enzo Prando (SP), 20
2) Pedro Lopes (SP), 19
3) Guilherme Peixoto (SP), 18
4) Lucas Okada (DF) 18
5) Pedro Goulart (RS), 18
6) Nicolas Fliter (SP), 16
7) Christian Fliter (SP), 14
8) Allan Croce (SP),11
9) Victor Schoma (SP), 11
10) Gabriel Paturle (MG), 7
11) Marcos Gonçalves Filho (MA), 7
12) Dante Fibra (SP), 7

O campeão da Seletiva 2018 levará o prêmio de 100 mil reais e o vice 10 mil reais. Além disso, os vencedores participarão de um programa de orientação que inclui a visita à sede da McLaren, em Woking, na Inglaterra, testes em equipe de Fórmula 4 na Europa, experiência em simulador de Fórmula 1, teste na Stock Light, avaliação física e psicológica, media training e palestra sobre marketing esportivo.

Programação da Final 20ª edição da Seletiva de Kart Petrobras:

Terça-feira (23/10/2018)
8:30h – Apresentação dos pilotos no kartódromo
8:45h – Briefing
9:00h – Warm Up
10:00h – Início das corridas
12:00h – Prova para jornalistas / convidados (duas baterias)
13:00h – Reinício das corridas
17:00h – Pódio

Os 12 finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2018:

Pedro Goulart (RS), 17 anos
Allan Martins Croce (SP), 19 anos
Guilherme Peixoto (SP), 15 anos
Dante Fibra (SP), 16 anos
Nicolas Fliter (SP), 16 anos
Marcos Gonçalves Filho (MA), 16 anos
Enzo Prando (SP), 19 anos
Christian Fliter (SP), 17 anos
Lucas Okada (DF), 18 anos
Gabriel Paturle e Silva (MG), 18 anos
Victor Schoma (SP), 17 anos
Pedro Lopes (SP), 16 anos

Seletiva de Kart Petrobras

Criada em 1999, com o patrocínio da Petrobras, a Seletiva tem, em média, aproximadamente 110 pilotos tentando a vaga na final. Em 19 anos, mais de 200 já estiveram na briga pelo título na grande final.

Considerada uma referência entre os kartistas do Brasil, a Seletiva de Kart Petrobras é reconhecida (desde 2001) como evento oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Comissão Nacional de Kart (CNK).

Além da maior premiação em dinheiro do kartismo nacional, a Seletiva de Kart Petrobras contempla seus vencedores com a participação em um programa de orientação de pilotos, que inclui a visita à sede da McLaren, um teste com simulador de F-1 na Europa, teste com monoposto de base também na Europa, com a orientação de um coaching, acompanhamento físico e psicológico, experiência com carros de turismo no Brasil, palestra sobre marketing e media training.

A premiação total - somando todas as ações - chega a aproximadamente 500 mil reais. O campeão recebe 100 mil reais em dinheiro e o vice-campeão 10 mil.

Notícias

Página inicial