Motor On Line
Notícias-

Chuva deve aumentar chances de Senna na China
Reportagem: Márcio Fonseca
Foto: Divulgação
MF2
Pista molhada equilibra treinos livres das 6 Horas de Xangai.

Os treinos livres que abriram a programação nesta sexta-feira indicaram que as chances de Bruno Senna e seus companheiros de equipe na Rebellion Racing nas 6 Horas de Xangai podem estar atreladas à previsão de chuva forte domingo nas 6 Horas de Xangai, quinta e última prova do ano da supertemporasda 2018 / 2019 do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC. As duas sessões foram realizadas com pista molhada e na segunda, exatamente a com maior quantidade de água acumulada no circuito chinês, a vantagem das favoritas Toyota sobre o carro do brasileiro caiu para apenas seis décimos de segundo.

Bruno reconheceu que o mau tempo previsto para a prova pode jogar a favor das equipes independentes na luta contra o único time de fábrica entre os protótipos LMP1. “Não houve mudança no regulamento técnico depois da etapa do Japão. Como aparentemente os carros estão andando mais próximos, a explicação mais lógica é mesmo a chuva. Embora tenhamos sofrido bastante com o controle de tração, o potencial do nosso carro ficou claro.”

O trio formado por Bruno, o alemão Andre Lotterer e o suíço Neel Jani ficou em 6º no primeiro ensaio de 90 minutos e em 4º no segundo – neste, superado pelas Toyota e o outro carro da Rebellion, que foi dois décimos mais veloz. No geral do dia, a volta mais rápida (1min54a768) registrada pelo suíço Sébastien Buemi, parceiro do espanhol Fernando Alonso e do japonês Kazuki Nakajima. Embora a meteorologia indique tempo firme durante as tomadas classificatórias deste sábado, Bruno torce por um erro da meteorologia. “A previsão para hoje era a mesma, e choveu direto”, lembrou. Apesar da preferência, os riscos fazem parte do pacote. “Está muito difícil pilotar. A pista está um sabão total no molhado.”

Notícias

Página inicial