Motor On Line
Notícias-

Rally: Baumgart / Andreotti salvam a lavoura no oitavo dia do Dakar
Reportagem: Ricardo Ribeiro
Foto: Victor EleutÚrio
Vipcomm
Dupla estreante termina oitava etapa em 2║, enquanto Varela / Gugelmin tem problemas e cai de 1║ para 4║ no geral.

Não durou uma etapa a retomada da liderança do Rally Dakar por parte de Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin nos UTVs. A dupla atravessou um dia de problemas capitais e coube a Cristian Baumgart e Beco Andreotti a posição de destaque nesta terça-feira, quando os pilotos se despediram de San Juan de Marcona com destino a Pisco, em um trajeto de 576 quilômetros, sendo 361 de especiais.

Alheio aos problemas dos rivais, Cristian e Beco tiveram seu melhor resultado na competição até o momento. A dupla estreante no maior rali do mundo ficou na segunda posição a apenas 4min47s dos vencedores Chaleco Lopez e Alvaro Quintanilla, que assumiram a ponta após os azares de Varela / Gugelmin.

“Resultado excepcional, primeiro dia andando sem problema nenhum – sem furo de pneu, sem atolar, sem correia quebrada”, explicou Cristian. “Melhorou bastante e foi uma etapa perfeita para nós, sem erros, o Cristian sempre muito rápido. Estamos evoluindo, aprendendo a lidar com as dunas, mas estamos muito felizes. Ainda faltam dois dias, e nosso objetivo é completar o Dakar”, completou Beco.

Na tabela, Cristian e Beco está em sétimo, logo atrás dos companheiros de equipe Marcos Baumgart e Kleber Cincea, que completou a oitava e antepenúltima etapa em décimo, a menos de quatro minutos de desvantagem para Lourival Roldan, navegador do português Miguel Jordão, oitavo no geral.

“Tivemos um dia até que tranquilo; paramos uma vez para trocar uma correia, o que neste Dakar tem sido até normal, e viemos em uma tocada bem conservadora para chegar até o final. Hoje era um dia difícil, e agora temos que segurar estes dois dias restantes”, resumiu Marcos. Para o navegador Kleber Cincea, uma etapa cheia de desafios: “Prova difícil. Embora ontem tenha sido pior, mas as dunas de hoje eram mais difíceis. Dia longo, duro, mas pudemos completar bem apesar da parada que tivemos. O que importa no Dakar é ter uma boa regularidade, e temos conseguido manter isso à risca”, comentou.

Já Varela sofreu, como ele mesmo pode descrever. "Em certo momento, em um tranco, quebrou a bandeja do carro. Com a ajuda do meu filho Bruno e do Maykel Justo, arrancamos e trocamos tudo: homocinetica, ponta de eixo, bandeja. Aí, quando faltavam 400 metros para o fim, quebrou a correia. Mas faz parte. A especial tava gostosa e pegamos uma neblina forte", relatou o campeão de 2017, que agora é o quarto no geral a 1h22 da liderança. Bem atrás na classificação, Bruno e Maykel fecharam o dia em 21º.

A única baixa brasileira para o oitavo dia foi Lincoln Berrocal. Piloto mais velho entre as motos, com 60 anos. "Foi uma infantilidade minha. Peguei o caminho errado, segui um competidor que estava errado e caí num vale, perdendo vários way points, onde não consegui voltar. Com isso, tive de abandonar", lamentou o competidor.

O penúltimo dia do Rally Dakar será nos arredores de Pisco, em um trajeto de 410 km, sendo 313 deles cronometrados.

Resultado do dia:

1. C. Lopez/A. Quintanilla (CHI/Can-Am), 4h38min34s
2. C. Baumgart/B. Andreotti (BRA/Can-Am), a 4min47s
3. G. Guell/D. Carreras (ESP/Can-Am), a 10min04s
9. M. Jordão/L. Roldan (POR/BRA/Can-Am), a 32min40s
10. M. Baumgart/K. Cincea (BRA/Can-Am), a 36min08s
12. R. Varela/G. Gugelmin (BRA/Can-Am), a 1h26min58s
Em trânsito: B. Varela/M. Justo (BRA/Can-Am)

Acumulado geral:

1. C. Lopez/A. Quintanilla (CHI/Can-Am), 36h16min18s
2. R. Piazzolli/J. Diaz (CHI/Can-Am), a 54min10s
3. G. Guell/D. Carreras (ESP/Can-Am), a 1h08min09s
4. R. Varela/G. Gugelmin (BRA/Can-Am), a 1h22min55s
6. M. Baumgart/K. Cincea (BRA/Can-Am),a 2h38min27s
7. C. Baumgart/B. Andreotti (BRA/Can-Am), a 2h56min51
8. M. Jordão/L. Roldan (POR/BRA/Can-Am), a 3h06min27s
Em trânsito: B. Varela/M. Justo (BRA/Can-Am)

Mais informações e entrevistas com os competidores serão divulgadas ao vivo assim que os competidores vão chegando nas páginas oficiais do Brasil no Dakar no Facebook e Instagram.

Confira em detalhes o percurso do Dakar:

Dia 10: 16 de janeiro (quarta-feira)
Pisco
Distância total: 410 km (408 km para os caminhões)
Trecho especial: 313 km (311 km para os caminhões)

Dia 11: 17 de janeiro (quinta-feira)
Pisco -> Lima
Distância total: 358 km
Trecho especial 112 km

Montante percorrido

Motos e quadris
Distância total: 5.541 km
Trechos especiais: 2.889 km

Carros e UTVs
Distância total: 5.603 km
Trechos especiais: 2.961 km

Caminhões
Distância total: 5.601 km
Trechos especiais: 2.959 km

Notícias

Página inicial