Motor On Line
Notícias-

Homenagem aos 10 anos do motor V10 / o Audi R8 V10 Decennium
Reportagem: Christian Marxen
Comunicação Audi do Brasil
Série limitada de 222 unidades, numeradas individualmente.

Um motor V10 de 456 kW (620 hp) com destaques internos e externos na cor bronze, e estritamente limitado: Audi está celebrando a história de sucesso do motor V10 com o Audi R8 V10 Decennium. A edição do modelo com 222 unidades coincide com o lançamento de série do novo Audi R8. O nome Decennium vem do latim e significa "década." Ele representa os 10 anos de fascinação na estrada e o sucesso no automobilismo.

Desde o design exterior, o Audi R8 V10 Decennium deixa abundamente claro seu caráter. O modelo especial está disponível como coupé e em pintura exclusiva Daytona Gray fosca. As rodas fresadas de 20 polegadas e o coletor de admissão do motor 5.2 FSI têm acabamento em bronze fosco. O aerofólio dianteiro, os estribos e o difusor são pintados em preto brilhante, complementados pelos anéis da Audi em preto e emblemas no exterior. Os espelhos laterais e a caixa dos retrovisores externos são feitos de fibra de carbono brilhante. Alternativamente, existe uma opção das cores externas Daytona Gray, perolizada; Suzuka Gray, metálica; Floret Silver, metálica; Mythos Black, metálica; Ascari Blue, metálica e Kemora Gray, metálica.

O interior do Audi R8 V10 Decennium também tem acabamento inteiramente em preto, com os apliques em fibra de carbono brilhante acrescentando mais destaques. A costura padrão em losango acolchoado dos bancos esportivos tem acabamento em preto brilhante e a costura contrastante em tom de cobre brilhante. O câmbio e o volante – com o aro em Alcantara e a marcação 12 horas em preto – têm costura colorida em cobre, como o centro do descansa-braço e a soleira da porta.

Um logotipo "Decennium" adorna o console central, as portas e os apliques nas soleiras das portas em fibra de carbono brilhante, além do projetor do logotipo. O emblema no console central se destaca visualmente da fibra de carbono brilhante ao redor dele. Ele vem com acabamento parcialmente fosco – um processo patenteado pela Audi. A superfície do material é áspera em alguns milésimos de milímetro usando um material especial. A luz da porta projeta o logotipo "Decennium" sobre o chão, complementado pelo número sequencial da edição limitada do modelo. Como em todas as versões do R8, o Audi Virtual Cockpit e a tela MMI Navigation Plus vêm padronizados.

O motor 5.2 FSI naturalmente aspirado em sua maior potência forma o coração do R8 V10 Decennium. Com 456 kW (620 hp) e torque máximo de 580 Nm (427.8 lb-ft), ele catapulta o modelo da edição limitada de 0 a 100 km/h (62,1 mph) em 3,1 segundos e à velocidade máxima de 331 km/h (205,7 mph). O Audi R8 V10 Decennium estará disponível a partir da primavera europeia de 2019 e custará 222.000 euros na Alemanha, incluindo uma capa exclusiva para o veículo com "Decennium" bordado na cor bronze.

O novo Audi R8 estará à venda para coincidir com o modelo da edição especial. O veículo esportivo de alto desempenho tem ainda um design exterior penetrante, a suspensão e o desempenho foram aperfeiçoados mais uma vez: os dois motores naturalmente aspirados disponíveis para o modelo de produção em série agora desenvolvem 419 kW (570 hp) e 456 kW (620 hp). Modificações no equipamento interior completam a gama de opções. O preço do R8 Coupé V10 quattro é 166.000 euros. O R8 Spyder V10 quattro começa em 179.000 euros. As versões de desempenho começam em 200.000 reais para o Coupé e 213.000 euros para o Spyder.

Uma década de sucesso: o motor V10 no Audi R8

O motor V10 naturalmente aspirado chegou ao Audi R8 em duas versões no início de 2009 – com uma cilindrada de 5.2 litros, injeção direta e potência máxima de 386 kW (525 hp). No modelo da edição R8 GT lançado em 2010, a unidade de dez cilindros produzia 412 kW (560 hp), enquanto o R8 V10 plus (a partir de 2012) entregava 404 kW (550 hp).

A Audi revisou extensivamente o motor 5.2 FSI para a segunda geração do R8, lançada em 2015. O acréscimo da injeção de combustível no coletor de admissão melhorou as características dos gases do escape, um sistema COD (cilindros sob demanda) desativava cinco cilindros em funcionamento com carga parcial, aumentando assim a eficiência. E o potencial de fascinação cresceu também: agora o 5.2 FSI respondia ainda mais diretamente e acelerava ainda mais rapidamente. O lançamento oferecia a escolha de versões com 397 kW (540 hp) e 449 kW (610 hp). A melhoria atual aumentou bastante a potência do motor para 419 kW (570 hp) e 456 kW (620 hp).

As características que definem a unidade do V10 vêm do automobilismo, incluindo o conceito de altas rotações de até 8.700 rpm e a lubrificação por cárter seco, que permite uma posição de instalação baixa. Os bancos de cilindros do motor V10 ficam frente à frente em ângulos de 90 graus. O virabrequim é projetado como um eixo de pino comum e alterna os intervalos da ignição entre 54 e 90 graus. A sequência de detonação dos cilindros de 1 – 6 – 5 – 10 – 2 – 7 – 3 – 8 – 4 – 9 cria um pulso único e um som inconfundível. À rotação máxima de 8.700 rpm os pistões cobrem uma média de 26,9 metros (88,3 pés) a cada segundo – ultrapassando os números atuais da Fórmula 1. Nesta rotação, o pistão experimenta uma aceleração equivalente a uma carga ao redor de duas toneladas em seus pontos reversos.

O motor de alto desempenho também obteve grande sucesso nas pistas de corrida, fazendo sua aparição no GT3 Sport na Audi R8 LMS em 2009. O R8 LMS ultra continuou em 2012, junto com a segunda geração R8 LMS em 2015, que foi melhorada no outono de 2018. No início de 2018 o R8 LMS GT4 juntou-se ao programa esportivo de clientes Audi Sport. Em ambas categorias GT, o 5.2 FSI tem somente mínimas diferenças do motor da produção em série. Ele vem com injeção dupla, na passagem da admissão existe um restritor de ar, as características do mapa da unidade de controle e as bronzinas foram modificadas. Com um intervalo de serviço de quilometragem de 10.000 quilômetros e 20.000 km para a primeira revisão, o 5.2 FSI estabelece novos padrões no automobilismo. Muitas equipes estão usando até mesmo para ciclos adicionais.

Ao final de 2018, os pilotos do Audi R8 LMS GT3 conquistaram 62 posições e mais 78 títulos nas classificações da categoria. Eles obtiveram vitórias em provas de 24 horas 11 vezes. Sete vitórias em provas de 24 horas e 3 vitórias em provas de 25 horas completaram os registros das pistas em dez anos do veículo esportivo GT3.

O Grupo Audi com suas marcas Audi, Ducati e Lamborghini é um dos mais bem-sucedidos fabricantes de automóveis e de motos no segmento premium. Ele está presente em mais de 100 mercados mundialmente e produz em 16 unidades em países. Subsidiárias 100% da Audi AG são a Audi Sport GmbH (Neckarsulm), a Automobili Lamborghini S.p.A. (Sant'Agata Bolognese / Itália) e a Ducati Motor Holding S.p.A. (Bologna/Itália). Em 2018, o Grupo Audi entregou aos clientes cerca de 1.812 milhão de automóveis da marca Audi. No exercício de 2017, o Grupo AUDI teve receita de 60,1 bilhões de euros e resultado operacional de 5,1 bilhões de euros. Atualmente cerca de 90.000 pessoas trabalham em todo o mundo para a empresa, das quais mais de 60.000 na Alemanha. A Audi está focada em produtos e tecnologias sustentáveis para o futuro da mobilidade.

Notícias

Página inicial