Motor On Line
Notícias-

Ginetta G57 fica em 4. na primeira etapa da Endurance Brasil 2019
Reportagem: Bispo Neto
Foto: Rodrigo Ruiz
MRT

A etapa de abertura do Império Endurance Brasil 2019, durante as Quatro Horas de Curitiba, realizada no sábado, (30/3), no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), situado em Pinhais (PR), poderia ter resultado melhor para o trio Fábio Ebrahim, Pedro Aguiar e Wagner Ebrahim, do Team Ginetta Brasil. Os pilotos classificaram o seu protótipo Ginetta G57 em terceiro lugar do grid, vinha bem na segunda posição na Geral, mas o acidente com um carro da GT4 ocasionou a quebra de um dos braços da suspensão traseira esquerda, logo após Pedro Aguiar ter assumido o comando do carro. Com isso, o G57 foi para s boxes para o reparo, onde perdeu 9 voltas, somando as duas paradas seguintes para o ajuste da suspensão, tirando o sonho da equipe de chegar ao pódio da etapa entre os três primeiros na Geral. Mesmo assim, concluiu a prova em oitavo na Geral e em quarto na categoria P1.

Na largada da 1.ª etapa da Endurance Brasil, o Team Ginetta Brasil que teve o patrocínio da Construtora Álvaro Aguiar, apoio da Motul, Valorem e GT Shine, e pneus oficias da Yokohama, o piloto Fábio Ebrahim optou pela cautela, para não se envolver em acidentes, pois seria uma prova de longa duração. Como o carro a sua frente não largou bem, Fábio caiu para a quinta posição, por ter ficado "travado" para os dois lados. O piloto manteve a calma e passou a fazer o seu ritmo de corrida, chegando à segunda posição com oito voltas de prova. No início a prova teve a intervenção do safety car por três vezes, para a retirada de carros acidentados. Fábio se manteve em segundo até uma hora de prova, quando passou o G57 para Pedro Aguiar.

Pedrinho Aguiar retornou à pista com o Ginetta G57 em oitavo lugar na Geral e passou a imprimir ritmo forte de corrida, ultrapassando retardatários e reconquistando posições. Mas infelizmente, durante a ultrapassagem em um carro da GT4, o G57 foi tocado na roda traseira esquerda, ocasionando a quebra da roda e de um dos braços da suspensão. Pedrinho foi para os boxes e o Team Ginetta Brasil trabalhou rápido para efetuar a troca, pois os ponteiros estavam virando na casa dos 1:17. O piloto ainda teve que fazer mais duas paradas para reequilibrar a suspensão e voltar a andar rápido. Com o carro alinhado novamente, Pedrinho imprimiu bom ritmo de corrida, ganhando várias posições até passar o G57 para Wagner Ebrahim.

O experiente piloto Wagner Ebrahim foi para a pista em busca de recuperação e teve excelente performance com o Ginetta G57. Retornou à pista na 20.ª posição na Geral e com bom ritmo de prova foi ganhando posições a cada volta completada. Wagner soube encontrar o ponto certo de "pilotagem" para o G57, que não estava 100% com o acidente sofrido. E para a alegria do Team Ginetta Brasil, o piloto ganhou 12 posições e concluiu a prova na oitava posição na Geral e em quarto lugar da categoria P1. "Apesar do contratempo, nossa equipe trabalhou muito rápido e conseguimos reverter um péssimo resultado. Pelas circunstâncias, o quarto lugar foi ótimo. Agora vamos nos preparar para a segunda etapa em Goiânia, pois a temporada vai ser muito disputada", declarou Wagner Ebrahim.

Após quatro horas de prova e 153 voltas completadas, os 10 primeiros da etapa de abertura da Imperial Endurance Brasil 2019 foram:

1.º) Vicente Orige / Carlos Kray / Tarso Marques (P1 - AJR), 153 voltas em 4h00min16s163;
2.º) Xandy Negrão / Xandinho Negrão (GT3 - Mercedes AMG), a 0s379;
3.º) Pedro Queirolo / David Muffato (P1 - AJR), a 27s492;
4.º) Marcel Visconde / Ricardo Maurício (GT3 - Porsche 911), a 58s374;
5.º) Nilson Ribeiro / José Ribeiro (P1 - AJR), a 3 voltas;
6.º) Chico Longo / Daniel Serra (GT3 - Ferrari 488), a 7 voltas;
7.º) Alexandre Auler / Leandro Romera (GT3 - Mercedes AMG), a 8 voltas;
8.º) Wagner Ebrahim / Pedro Aguiar / Fábio Ebrahim (P1 - Ginetta G57), a 9 voltas;
9.º) Sérgio Ribas / Guilherme Ribas (GT3L – Aston Martin), a 10 voltas; e
10.º) Esio Vichiesi / Renan Guerra / Kreis Jr (GT4 - Ginetta), a 11 voltas.

A segunda etapa da Império Endurance Brasil está marcada para o dia 25 de maio, com as Quatro Horas de Goiânia (GO).

Notícias

Página inicial