Motor On Line
Notícias-

Rally: Território Motorsport larga no 2º dia do Cuesta Off-Road em Botucatu SP
Reportagem: Mércia Suzuki
Foto: Gustavo Epifânio
MSuzuki Comunicação
Neste domingo, os cinco UTVs da equipe encaram mais 134 km de trechos cronometrados. Prova é válida pelas 3ª e 4ª etapas do Brasileiro de Rally Baja.

Prova prazerosa e desafiante. Essa foi a opinião unânime dos pilotos da Território Motorsport que aceleram neste fim de semana no Rally Cuesta Off-Road, válido pelas 3ª e 4ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. A bordo dos Can-Am Maverick X3 preparados pela equipe, os estreantes na categoria Felipe Schultz #145 e Fábio Pirondi / Rafael Decker #142 aprovaram tanto o desempenho do carro, como o roteiro de 134 quilômetros de trechos cronometrados por Botucatu e região, no interior paulista. Bruno Luppi, 14 anos, acompanhado do navegador Fausto Dallape, completou sua terceira prova de rali com êxito e os experientes Rodrigo Luppi #122 e Edu Piano #108 também driblaram as adversidades do percurso.

O paranaense Schultz fechou em 5º na Super Production e o 15º tempo na geral dos 54 UTVs da disputa. “A prova foi muita bacana e super divertida e o carro é demais! Estou muito empolgado para repetir a dose”, afirma o piloto após a estreia na categoria. Com mais de duas décadas no off-road, estava afastado das competições há cinco e, agora, retorna na categoria que mais cresce no grid nacional.

“Foi sensacional, o esporte é maravilhoso, estamos apaixonados e nos divertimos muito não fosse um incidente faltando 20 quilômetros para terminar a Especial!, conta Pirondi, referindo-se a um capotamento que danificou o radiador. “Até desviramos o carro, não foi grave mas não pudemos continuar. Foram 110 quilômetros incríveis com pedra, lomba, chão batido, areião.. bacana demais para quem nunca havia feito rali e nem andado de X3 mas vamos para o segundo dia”, completa o piloto de Americana que entre erros e acertos já admitiu que foi “contaminado pelo vírus do rali”’.

A dupla Bruno/Dallape fez o 2º tempo da UTV Start. “Nunca peguei uma prova com tanta lomba, isso foi novo para mim e sai um pouco cansado mas a prova é muito boa e divertida de fazer. Ficamos sem intercomunicador, logo no início, e disso dificultou a comunicação com o Fausto e nos prejudicou um pouco”, contou o jovem piloto.

Piano teve um pneu furado durante a Especial e completou em 3º na UTV Over Pro devido aos preciosos minutos perdidos na troca. Já Luppi vinha num ritmo forte e brigando com os ponteiros, porém no Km 118 quebrou o parafuso da barra da suspensão e o tirou da disputa do primeiro dia. “Não fosse isso acredito que poderia ter ido bem na classificação, mas são coisas de rali, fico feliz que o carro está muito bom e também que meu filho (Bruno) terminou bem”, finaliza.

Programação – 13ª Rally Cuesta 2019

Domingo, 5/maio – 2ª Prova
08h00 – Largada 1ª Moto na especial
09h50 – Largada 1º Carro no parque de apoio (Ginásio Municipal Mário Covas)
10h30 – Largada 1º Carro na especial
14h00 – Premiação (Primar Plaza Hotel)

Notícias

Página inicial