Motor On Line
Notícias-

Kart: da torcida para o pódio da F-4 da Akasp
Reportagem: João Alberto Otazú
Foto: Divulgação
MasterMidia
Alberto Otazú correu de última hora, sem o seu equipamento, e terminou em quarto.

O piloto Bruno Biondo começou muito bem o terceiro turno do campeonato da Associação de Kart Amador de São Paulo (Akasp), disputado na quarta-feira (26/6) no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). O campeão do segundo turno estabeleceu a volta mais rápida e venceu com a grande margem de 7s224 sobre Giovanni Bondança. O terceiro a receber a bandeirada foi Carlos Santana, seguido de perto por Alberto Otazú, vencedor da etapa anterior.

Um fato inusitado marcou a 17ª etapa do certame da categoria F4, monomarca Mega / Honda. Como o piloto Sandro Ferraris teve problema para chegar na pista a tempo de participar da prova, Alberto Otazú (AVSP / Cardoso Funilaria e Pintura / Imab Fechaduras / Rolley Ball / No Fire Services), que estava no kartódromo apenas para torcer pelo seu companheiro de equipe, teve que o substituir no último momento e para isto fez empréstimo de um capacete, balaclava, luvas e protetor de costela no momento do alinhamento dos karts, e por isto largou da última posição.

Apesar de um começo de prova fulminante, em que em poucas voltas já se encontrava em segundo, atrás de Giovanni Bondança, líder na primeira metade da competição, Otazú tinha sérias dificuldades em manter regularidade nas suas voltas. Com isto, acabou perdendo duas posições até o final da prova, que depois ele viria justificar.

“O capacete que eu peguei emprestado era grande e tinha a viseira preta. Eu não estava enxergando os limites da pista e por isto não tinha as minhas referências. Além disto, a balaclava era grande também e foi escorregando e tampava a minha vista, obrigando-me a abrir a viseira a todo momento para puxa-la. Foi um desastre, a pior corrida da minha vida”, desabafou Alberto Otazú.

Soma-se a isto, como o kart estava ajustado para Sandro Ferraris, o piloto teve dificuldade para alcançar a pedaleira, além de estar correndo com cinco quilos a mais com o lastro do sucesso, por ter vencido a última corrida. “Tenho certeza que se eu estivesse pelo menos com o meu equipamento pessoal daria pra brigar mais na frente. Não sei se venceria, pois o Bruno (Biondo) estava rápido demais e venceu merecidamente, mas eu não passaria tanto nervoso pra conseguir um lugar no pódio. Pelo menos não estamos descartando uma falta!”, finalizou.

A próxima etapa da F-4 da Akasp será no dia 3 de julho, a partir das 21h30, novamente no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP).

Resultado da 17ª etapa da F-4 da Akasp:

1) Bruno Biondo, 30 voltas em 25min26s245;
2) Giovanni Bondança, a 7s224;
3) Carlos Santana, a 9s364;
4) Alberto Otazú, a 9s806;
5) Arnaldo Biondo, a 26s829;
6) Alexandre Albino, a 32s571;
7) Walter Vignati, a 1 volta;
8) Dilson Sucupira, a 1 volta;
9) Anderson Hana, a 1 volta;
10) Otávio Lotfi, a 1 volta.

Classificação do terceiro turno da F-4 da Akasp:

1) Emílio de Bisagle / Bruno Biondo, 34 pontos;
2) Eder Ayres / Giovani Bondança, 30;
3) Sandro Ferraris / Alberto Otazú, 25;
4) Carlos Santana, 25;
5) Arnaldo e Bruno Biondo, 23;
6) Alexandre Albino, 21;
7) Walter Vignati, 19;
8) Otávio Lotfi, 18;
9) Sérgio Gonçalves / Sadan Dilson Sucupira, 17;
10) Hélio Bianchi, 16.

Alberto Cesar Otazú tem o apoio de Autódromo Virtual de São Paulo (AVSP), Cardoso Funilaria e Pintura, Imab Fechaduras, Rolley Ball, No Fire Services. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde, Direção para a Vida e Rotary Club Ponte Estaiada.

Notícias

Página inicial