Motor On Line
Notícias-

Stock Car: em Santa Cruz Sul Canapino se reencontra com a categoria
Reportagem: Cleber Bernuci
Foto: Vanderley Soares
P1 Media Relations
Piloto argentino disputa a quinta etapa da temporada 2019 e rasgou elogios à categoria e à equipe Hot Car Competições.

O grid da Stock Car para a quinta etapa da temporada 2019 terá uma presença internacional neste final de semana em Santa Cruz do Sul (RS). O argentino Agustín Canapino, dono de dez títulos nas competições de turismo em seu país, disputará a rodada dupla pela equipe Hot Car Competições levando o numeral 86.

“Para mim é uma honra estar aqui, por tudo o que significa a Stock Car, uma das categorias mais importantes do mundo, e que na Argentina é também muito respeitada e valorizada. Pilotos de primeiro nível, equipes impressionantes, muito profissionais. Espero fazer o melhor”, disse. “A equipe Hot Car fez um trabalho excelente, agradeço a todos eles, à Chevrolet, à YPF, Banco Patagônia, que são meus patrocinadores na Argentina, e que me permitem desfrutar desta grande experiência. Espero um fim de semana muito bom, com bom resultado, e o mais importante, que é aprender”, continuou.

Nascido em Arrecifes, na província de Buenos Aires, Agustín Canapino tem a mesma origem de grandes nomes do esporte local, como José Froilan Gonzalez – que conquistou a primeira vitória da história da Ferrari na Fórmula 1, em 1951 -, Norberto Fontana (que disputou provas na F1 no final dos anos 1990) e a tradicional família Di Palma.

Canapino, em seu país, é considerado o presente e o futuro do automobilismo argentino. Aos 29 anos, carrega a marca de ter sido o mais jovem campeão, aos 20 anos, da Turismo Carretera. Sua carreira é relativamente curta e seu início foi diferente do comum: enquanto a imensa maioria começou no kart ou nas categorias menores de turismo, Agustín começou nos videogames e simuladores, disputando e vencendo campeonatos virtuais de automobilismo.

Aos 16 anos, fez sua estreia nos carros contra pilotos mais experientes. Até agora, são dez títulos conquistados, com três no Turismo Carretera (2010, 2017 e 2018), um da Super TC2000 (2016) e sete na Top Race (de 2010 a 2014 e 2016 e 2017), além de uma conquista no TC Pista (2008) e um da Copa Mégane (2007).

Agustín chegou a Santa Cruz do Sul na quinta-feira (18) para conhecer a pista e já participar de reuniões com a equipe de engenharia da Hot Car e com o chefe Amadeu Rodrigues. Nesta sexta (19), Canapino fez o molde de seu banco e deu duas voltas na pista com o carro em uma ação promocional.

O argentino passou o dia se revezando entre o trabalho com o time e as várias entrevistas que deu nesta sexta-feira, já que os treinos livres e a classificação serão realizados todos neste sábado (20). As duas corridas têm as largadas no domingo (21) às 11 e ao meio-dia, com transmissão ao vivo pelo SporTV.

Agora, ele mantém o foco no trabalho. “Surgiu a oportunidade e estou focado neste final de semana. O trabalho com a equipe começou bem, todos trabalham intensamente com muita competência e estou ansioso em começar a treinar, a conhecer os limites do carro. Quero fazer o melhor possível, mas na Stock Car não é fácil ser tão competitivo em tão pouco tempo. É automobilismo em alto nível, mas vamos tentar e que seja uma experiência enriquecedora”, ressaltou o argentino.

“A Stock Car é muito competitiva. Se não for a mais competitiva do mundo entre os carros de turismo, é a segunda. O nível é altíssimo, muitos pilotos que já correram de Fórmula 1, outros que correm na Europa, como o Daniel Serra, o Felipe Fraga... É uma categoria em que os tempos são muito próximos. Gosto muito do desafio, do carro da Stock Car, que é muito veloz, e isso me motiva”, falou.

Entre os pilotos da Stock Car que lhe trazem algum tipo de inspiração, Canapino é rápido em responder. “Cacá (Bueno). É pentacampeão aqui na Stock Car, correu muito tempo na Argentina, então ele acaba sendo uma referência”, elogiou.

Trajetória de Agustín Canapino no automobilismo:

2005: Copa Mégane
2006: Copa Mégane
2007: Estreia no TC2000 (Chevrolet Astra). Campeão da Copa Mégane
2008: Estreia com título no TC Pista (Chevrolet); TC2000 (Chevrolet Astra). Estreia na Top Race (Mercedes)
2009: Estreia no TC (Chevrolet). Classifica-se para a Copa de Ouro; Top Race (Mercedes) e TC2000
2010: Campeão do Turismo Carretera (Chevrolet); Campeão da Copa América e Torneio Clausra da Top Race (Mercedes); TC2000
2011: TC (Chevrolet). TC2000 (Chevrolet Vectra e Cruze); Campeão da Top Race (Mercedes); F3 Sulamericana (uma corrida)
2012: TC (Chevrolet); Super TC2000 (Chevrolet Cruze); Campeão Top Race (Mercedes)
2013: TC (Chevrolet); Super TC2000 (Chevrolet Cruze); Campeão Top Race (Mercedes)
2014: TC (Chevrolet); Super TC2000 (Peugeot 408); Campeão Top Race (Mercedes)
2014: TC (Chevrolet); Super TC2000 (Peugeot 408); Campeão Top Race (Mercedes)
2015: TC (Chevrolet); Super TC2000 (Peugeot 408); Top Race (Mercedes)
2016: Campeão do Super TC2000 (Chevrolet Cruze); TC (Chevrolet); Top Race (Mercedes)
2017: Campeão de TC (Chevrolet); Campeão da Top Race (Mercedes); Vice-campeão de Super TC2000 (Chevrolet Cruze)
2018: Campeão do TC (Chevrolet); Vice-campeão do Super TC2000 (Chevrolet Cruze); Vice-campeão da Top Race (Mercedes); Piloto oficial da Williams no eSports e iRacing; vencedor da ‘Olímpia de Oro’ como melhor esportista argentino do ano;
2019: 24 Horas de Daytona e 12 Horas de Sebring (Cadillac DPi, equipe Juncos Racing); TC (Chevrolet); Super TC2000 (Chevrolet Cruze); Top Race (Mercedes); Stock Car (uma etapa, equipe Hot Car Competições/Chevrolet Cruze)

Sábado, 20 de julho
08h10: Shakedown
08h35: Treino Livre 1
10h25: Treino Livre 2
12h20: Treino Livre 3
14h30: Classificação

Domingo, 21 de julho
11h00: Largada Corrida 1
12h02: Largada Corrida 2

Notícias

Página inicial