Motor On Line
Notícias-

jovens irmãos Baptista faturam pole e vitória Porsche em Interlagos
Reportagem: Rodolpho Siqueira / Charles Marzanasco
Foto: Luca Bassani
BestPR Comunicação
Vitor Baptista / Filipe Albuquerque dão segunda vitória consecutiva para equipe Hero na prova mais importante do ano.

Os jovens irmãos Vitor e Felipe Baptista, de 21 e 16 anos, respectivamente, foram as principais estrelas dos 500km de Interlagos, mais importante prova do calendário de corridas de longa duração do Porsche Império Carrera Endurance Series. Os dois competiram pela equipe Hero Motorsport, que pelo segundo ano consecutivo conquista a vitória na prova – em 2018, venceu com o também jovem Gaetano Di Mauro, que depois disso ascenderia à Stock Car, e o experiente Nonô Figueiredo.

Ao lado do argentino Esteban Guerrieri, Felipe cravou na sexta-feira (29/11) a pole position diante de um grid estrelado e repleto de pilotos com carreira internacional, inclusive com passagem pela Fórmula 1. Neste sábado, Vitor e o português Filipe Alburquerque, de 34 anos, conquistaram a vitória na corrida, que teve duração de 3h44min e várias duplas se alternando na liderança, inclusive Felipe Baptista / Esteban Guerrieri. O elemento dramático da vitória aconteceu quando, no início da corrida, uma das rodas do carro dos vencedores se soltou e os obrigou a voltar ao box e largar da última posição.

Disputa familiar

Vitor Baptista disse que a disputa familiar o incentivou a andar forte na corrida de hoje: “O meu irmão caçula foi o pole ontem. Ele fez um tempo melhor do que o meu, então eu cheguei aqui hoje pensando que tinha que acelerar pra não ficar chato em casa...”, brincou o vencedor. Sobre o drama do início da prova, Vitor frisou que o fato não abalou a equipe. “Íamos largar de nono e a roda caiu na volta de apresentação. O meu parceiro teve que largar em último. Nesse momento nós pensamos: caramba, o que vai acontecer agora. Balançou mas a gente não se abalou de verdade, a nossa equipe se manteve focada e com a cabeça erguida e isso nos motivou a trabalhar duro, como um time unido mesmo, e com muita certeza de que estávamos fazendo o nosso melhor”, disse o piloto da Hero Motorsport.

Vitor Baptista frisou que o início de prova eficiente de sua parceria com o português Albuquerque foi importante para reverter a situação. “O Filipe fez uma largada muito boa e conseguiu ganhar várias posições”, lembrou ele. “Em menos de uma hora a gente já estava brigando para nos colocar entre os seis primeiros”, observou. Para ele, o carro preparado pela Hero Motorsport foi competitivo em todos os momentos. “O acerto da nossa equipe era muito bom e tivemos a sorte de contar com o Albuquerque, um piloto português muito rápido. Como eu também corri com esse carro neste ano, tudo conspirou para a gente fazer uma grande prova. Outro momento chave foi quando começou a chover e eu e o Filipe dissemos à equipe que preferíamos continuar com pneus de pista seca. Por estarmos lá na pista, tínhamos uma boa condição de fazer a leitura correta de como o piso estava se comportando – e isso foi realmente decisivo para nos manter brigando pela ponta e conseguir essa vitória fantástica”.

Confira o resultado da prova:

1) Vitor Baptista / Filipe Albuquerque, 117 voltas em 3h44min053s
2) Werner Neugbauer / Ricardo Zonta, a 11s062
3) Alceu Feldmann / Gabriel Casagrande, a 12s785
4) Luca Seripieri / Allam Hellmeister, a 22s992
5) Pedro Aguiar / Guilherme Salas, a 25s424
6) Silvio de Barros / Cacá Bueno, a 43s764
7) Carlos Ambrósio / Denis Dirani, a 1 volta
8) Miguel Paludo / Justin Allgaier, a 1 volta
9) Ricardo Baptista / Lucas Di Grassi, a 1 volta
10) Felipe Baptista / Esteban Guerrieri, a 2 voltas

Notícias

Página inicial