Motor On Line
Notícias-

Atender ao chamado de recall das montadoras evita riscos desnecessários
Reportagem: Vinicius Melo
NB Press Comunicação

O recall passou a fazer parte da vida do brasileiro, que, ano a ano, vê esse instrumento ser cada vez mais utilizado. Chegaram a 166 em 2018, enquanto em todo o ano anterior atingiram 140. Neste ano, levantamentoe feito pelo aplicativo Papa Recall aponta que no período de 1º de janeiro a 10 de dezembro foram feitas 100 campanhas somente de recalls automotivos, não incluindo motos e caminhões.

No entanto, dados da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça e Segurança Pública mostram que a adesão dos brasileiros ao chamamento deixa a desejar. É aí que mora o problema. O instituto do recall tem por objetivo proteger o consumidor. Vale reproduzir o que diz o primeiro parágrafo do artigo 10 do Código de Defesa do Consumidor: "O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários".

A baixa adesão às campanhas levou o governo a determinar, em julho, que a não adesão a um chamamento até um ano depois da sua divulgação gerará um registro da ausência no licenciamento do veículo. Como também houve recalls nos anos anteriores, já a partir do início do período de licenciamento de 2020 a falta vai constar no documento. O ano está acabando, mas ainda há tempo de atender aos chamados para recall.

Não é demais reforçar que a convocação é feita nos casos em que há ameaça, riscos à saúde e à segurança do consumidor e de terceiros. Por isso, é importante o proprietário de um veículo não usá-lo até que o problema seja solucionado. O conserto ganha mais urgência agora, prestes a se começar a época de férias, quando muitas famílias viajam. Deixar de fazê-lo coloca em risco quem está no seu veículo, nas ruas e em outros automóveis. Agora, portanto, é mais imperativo ainda ouvir o pedido das montadoras e levar seu carro para ser reparado.

Sobre Papa Recall

Lançado em 2019, o Papa Recall é um aplicativo que informa e alerta os motoristas a respeito de uma importante questão no setor automotivo: o recall. Ele funciona de forma simples: o usuário faz o download em seu smartphone, cadastra seu carro e automaticamente será informado se há recall pendente ou se a montadora fizer o chamamento do modelo e da versão de seu automóvel. Dessa forma, a pessoa reduz o risco de acidentes e evita que uma frota significativa de veículos com defeitos de fábrica circule diariamente por ruas e rodovias do país

Notícias

Página inicial