Motor On Line
Notícias-

Honda Fit vai mudar e novidades foram apresentadas no Tokyo Motor Show
Reportagem: Carsughi
A Honda decidiu renovar totalmente seu modelo Fit, que tanto sucesso vem colhendo nos mercados do mundo todo.

A Honda decidiu renovar totalmente seu modelo Fit, que tanto sucesso vem colhendo nos mercados do mundo todo, agora ainda mais eficiente e utilizável, graças à evolução do design que soma uma extraordinária simplicidade ao perfil já conhecido. As novidades foram apresentadas no Tokyo Motor Show 2019.

Os perfis bem definidos do Honda Fit seguem a frente curta, a linha alongada do teto e o estilo projetado para a frente das versões precedentes formando assim uma silhueta que é imediatamente reconhecida. Como resultado, temos um carro que traz novo apelo emocional pelo conforto e versatilidade que o colocam nos primeiros lugares de sua categoria.

Para chegar a esse resultado, a Honda adotou uma nova filosofia de design, no conceito japonês de "Yoo no bi", que indica a beleza dos objetos de uso cotiando aperfeiçoados com o passar dos anos e ergonomicamente satisfatórios.

As superfícies externas, bem lisas e a frente elegante tem papel importante no sofisticado equilíbrio visual : todas as linhas, incluindo o perfil dos grupos óticos traseiros, unem-se harmoniosamente fornecendo uma impressão de continuidade. Paralelamente a altura reduzida e o design da tampa do porta-malas projetado para a frente com seu spoiler, formam um conjunto que torna o habitáculo mais compacto, além de proporcionar maior estabilidade ao carro.

Alguns detalhes, como o desenho das rodas, foram idealizados para serem o mais estreitos possíveis e assim parecerem maiores. E isto é visto até mesmo nas rodas de aço, que se assemelham bastante às de liga leve, criando um perfil lateral bem equilibrado.

A filosofia deste design da Honda é percebida também no interior do carro, onde se unem praticidade e versatilidade num habitáculo ergonômico, simples e com cada coisa em seu lugar. Para isso foram usados materiais resistentes, como o tecido hidro-repelente dos bancos, e o revestimento de painel e laterais bem macio.

O painel apresenta uma série de instrumentos que se expandem horizontalmente sem limitar o campo visual, aumentando a sensação de grande espaço disponível. O touchscreen central HMI de 9 polegadas e o quadro completo de instrumentos IFT de 7 polegadas, ambos de série, sãos simples e de fácil leitura. Este ambiente refinado mostra interessantes detalhes, como o amplo e plano braço de apoio central alinhado ao das portas, a exemplo de carros de categoria superior. E a plataforma Honda, que torna mais estável a carroceria, aumenta o nível de conforto ao garantir um melhor apoio lombar.

O volante é exclusivo e enfatiza o espaço interior, enquanto o ângulo e a quantidade de regulagens do assento foram revistos para melhorar o conforto do motorista. Por sua vez, atrás o espaço do assento é o maior da categoria. Na parte mecânica, para integrar a nova transmissão híbrida (pela primeira vez como equipamento de série) e assim mesmo manter um espaço interno com níveis de conforto excepcionais, foram desenvolvidas novas tecnologias estruturais, permitindo encurtar a parte da frente e assim colocar mais adiante o habitáculo, maximizando o espaço interno.

O pára-brisa panorâmico e os vidros dianteiros dão ao motorista e ao passageiro um amplo campo visual, sem obstruções, enquanto o design dos retrovisores laterais reduz ao mínimo o ruído e a resistência aerodinâmica.

Por fim, o tradicional pavimento plano se soma agora a um novo desenho dos bancos traseiros que permite basculá-los ou fixá-los em posição vertical, o que incrementa a possibilidade de carregamento, seja qual for o formato das bagagens. E o ângulo de abertura da tampa do porta-malas é maior, facilitando carga e descarga.

Para uma determinada faixa de público, o Honda Fit 2020 preparou a versão Crosstar, com o visual típico de um pequeno Suv. Novo frontal, uma ampla presença de partes pretas nas laterais e barras no teto, com rodas de liga leva especiais que dão uma maior sensação de estabilidade e robustez.

Finalmente vale lembrar que a versão híbrida desta Honda Fit, a ser comercializada proximamente, marcará o empenho do construtor japonês em estender sua tecnologia eletrificada a todos seus principais modelos até o ano 2022.

Notícias

Página inicial