Motor On Line
Notícias-

Drugovich encerrou temporada F-2 com 1 lugar nos testes no Bahrein
Reportagem: Erno Drehmer
KGCom
Piloto brasileiro foi pista pela primeira com sua nova equipe para 2021, a inglesa UNI-Virtuosi.

Encerrada a temporada regular de provas da Fórmula 2 no último final de semana, a categoria voltou à pista esta semana, ainda no Bahrein, o palco de suas duas últimas rodadas duplas de 2020. Reunindo as onze equipes que disputaram o campeonato em 2020, a Fórmula 2 realizou seus tradicionais testes de "pós-temporada", que tiveram a participação do brasileiro Felipe Drugovich.

Durante a última terça, quarta e quinta-feira, o piloto trabalhou com sua nova equipe, a inglesa UNI-Virtuosi em uma programação bem definida e dividida em segmentos. O primeiro dia foi dedicado aos testes aerodinâmicos e ao recolhimento de dados sobre pneus, ficando as voltas rápidas para o final do período.

No segundo dia, Felipe Drugovich e a UNI-Virtuosi trabalharam no setup do carro e foram feitas algumas simulações de corrida, o que permitiu um tempo de permanência em pista maior e mais 'alongado'. Por fim, no terceiro e último dia de testes, o piloto e a equipe vice-campeã de 2020 testaram mais alguns detalhes no carro pela manhã, enquanto alguns pilotos foram à pista com pneus novos. À tarde, Felipe Drugovich se dedicou às voltas rápidas e terminou a sessão em primeiro, agora utilizando pneus novos.

"Foram três dias de testes muito positivos, me senti confortável com a nova equipe desde o início e fico muito feliz com isso", resumiu Felipe Drugovich, um dos principais destaques em sua temporada de estreia na Fórmula 2, com três vitórias e uma pole position. "Agora teremos a tradicional pausa de inverno na Europa, mas não quero ficar muito tempo longe do ambiente das corridas. Pretendo manter contato com a equipe neste período, tentando desenvolver o tempo todo, mesmo à distância. Mas será por um curto tempo, já que no início do ano voltaremos a ter atividades", completou.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Noma, destaque no segmento de implementos rodoviários; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

Notícias

Página inicial